Workshop é uma parceria entre a Universidade de Leiden e o município de Figueira de Castelo Rodrigo Whatknot/ Flickr
Foto
Workshop é uma parceria entre a Universidade de Leiden e o município de Figueira de Castelo Rodrigo Whatknot/ Flickr

Especialistas mundiais potenciam "conhecimento" no interior de Portugal

Oficina debate importância de recursos como o open software ou open educational resources enquanto potenciadores de desenvolvimento na ciência, educação, tecnologia e cultura. Coordenação é feita pelo astrofísico Pedro Russo

Open Access, Open Labs, Open Software, Creative Commons, Open Furniture. É para falar destes e doutros "standards abertos" que meia centena de especialistas internacionais vão reunir-se entre os dias 17 e 19 de Julho em Figueira de Castelo Rodrigo, na Guarda, num workshop sobre a utilização destes meios como potenciadores de desenvolvimento na ciência, educação, tecnologia e cultura.

A oficina, coordenada pelo astrofísico português Pedro Russo, quer “ajudar a quebrar as barreiras à participação equitativa na ciência, tecnologia, educação e cultura, por aqueles que vivem em locais menos centrais” e, durante três dias, vai dar aos participantes a possibilidade de “desenvolver planos para estabelecer uma infra-estrutura de longo prazo para envolver diferentes comunidades locais” com diversas áreas do saber.

“Standards abertos são padrões, como dados e software, disponibilizados ao público em geral e desenvolvidos, aprovados e mantidos através de um processo colaborativo”, explica Pedro Russo, líder do projecto internacional de divulgação e educação em astronomia e ciências do espaço EU Space Awareness, na Universidade de Leiden, na Holanda. Os standards abertos podem ajudar a “melhorar serviços prestados por organizações e instituições como as autarquias”, exemplifica Bruno Sanchez-Andrade Nuño, membro do Innovation Lab do Banco Mundial e um dos especialistas que vão participar no workshop. Os standards abertos têm revolucionado áreas tão diversas como a ciência (Open Access, Open Labs), educação (Open Educational Resources), tecnologia (Open Software e Hardware), cultura (Creative Commons) ou design e arquitectura (Open Making, Open Furniture).

No workshop, decorrente de uma parceria entre a Universidade de Leiden e o município de Figueira de Castelo Rodrigo, vão estar ainda presentes investigadores como Eisuke Tachikawa (fundador do estúdio de designer Nosigner e criadore dos escritórios open source para a Mozilla (Firefox) em Tóquio) e Edward Gomez (director de educação do programa científico LCOGT fundado pelo primeiro vice-presidente da Google, Wayne Rosing). A participação é gratuita, exigindo apenas registo no site, e programa pode ser consultado aqui.