Rio de Janeiro abdica de parque de pólo aquático para Jogos Rio2016

O Rio de Janeiro vai acolher a cimeira das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável
Foto
O Rio de Janeiro vai acolher a cimeira das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável Vanderlei Almeida/AFP

O parque aquático Julio Delamare, escolhido como palco do pólo aquático dos Jogos Olímpicos Rio2016, foi descartado depois de sucessivos atrasos na construção da infraestrutura, anunciou nesta quinta-feira o município do Rio de Janeiro, Brasil.

Leonardo Espindola, secretário de Estado da Casa Civil do Rio de Janeiro, admitiu que os 20 milhões de dólares (cerca de 18 milhões de euros) necessários para a construção do parque aquático "é um valor muito caro", acrescentando que o município ainda tentou, sem sucesso, uma parceria com o consórcio que financiou a remodelação do estádio Maracanã.

Face ao fim do projecto do novo parque aquático, Leonardo Espindola apresentou duas alternativas para a modalidade de pólo aquático: o parque olímpico, onde decorrerão as provas de natação e saltos para a água, ou o parque aquático Deodoro.

Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro decorrem entre 5 e 21 de Agosto do próximo ano.