Foto

“Resdomus” é uma revista para pensar a cultura arquitectónica

Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP) acaba de lançar o primeiro número da "Resdomus", uma revista científica e de cultura arquitectónica

A Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP) acaba de lançar a "Resdomus", uma revista científica e de divulgação da cultura arquitectónica. O nome é já familiar, uma vez que se trata da passagem para o papel do projecto homónimo criado em 2010 por dois professores da FAUP e outro da Escola Superior Artística do Porto (ESAP).

Com o objectivo de reunir a produção científica desenvolvida pelos estudantes dos cursos de mestrado integrado e doutoramento em arquitectura e pelos docentes da FAUP, a "Resdomus" surge 27 anos após a edição número zero da "rA", dirigida por Fernando Távora e outros professores da instituição. A "rA", lançada em 1987 como revista da FAUP, teve um número reduzido de exemplares e foi descontinuada.

Para Carlos Guimarães, director da faculdade, este é um paralelismo importante porque a "Resdomus" nasce "da vontade de combater a ausência de uma revista naquela que é uma das faculdades mais referenciadas da Europa”. “Não faz sentido esta faculdade não ter uma revista a sair com uma periodicidade absolutamente regular”, sublinha o director, que se orgulha, finalmente, de a Escola do Porto ter uma revista que reflecte os temas da cultura arquitectónica.

Sonhada por Rui Ramos, Marco Ginoulhiac (FAUP) e José Bártolo (ESAP), a "Resdomus" foi criada em 2010 em forma de blogue. Apresentava-se como um espaço de debate e convergência disciplinar, para divulgar temáticas relacionadas com a arquitectura. As contribuições através de um sistema de "peer review" (revisão por pares) permitiam receber outros quadrantes do conhecimento.

Segundo Carlos Guimarães, o lançamento em formato papel é mais do que pertinente: “O papel é um documento mais convencional, ainda muito forte entre os arquitectos, e chega a públicos de maior proximidade com esta matéria. A arquitectura portuguesa ganhou nas últimas décadas uma atenção internacional que merece ser reflectida”.

"Estamos a pensar convidar personalidades estrangeiras para enriquecerem a revista com os seus artigos de investigação mas, também, alargar o número dos 'peer reviews' para a revista ganhar relevância na comunidade científica internacional”, continua Guimarães.

O primeiro número da "Resdomus" tem uma edição de 500 exemplares e pode ser adquirido na livraria da AEFAUP, nas instalações da faculdade. Em breve, será também possível encontrá-la noutros espaços da cidade do Porto. “Para já, assumimo-la como uma revista anual. Mas temos a ambição — e estamos a criar as condições para isso — de que possa ser bianual”, revela o director da FAUP.

Sugerir correcção