Amnistia Internacional abre vagas para voluntários

A abertura das vagas abrange quatro voluntários, fluentes em inglês, com o fim de traduzir ações urgentes que chegam do Secretariado Internacional em Londres. Quem estiver interessado, basta aceder ao formulário de inscrição

Foto
A Amnistia Internacional é actualmente o maior movimento mundial de defesa dos direitos humanos. Wurz/Flickr

A Amnistia Internacional está à procura de quatro voluntários, fluentes na língua inglesa e sem experiência de tradução necessária, para a tradução de acções urgentes provenientes de Londres. Estes voluntários integrar-se-ão no Cogrupo sobre os Direitos das Crianças, uma estrutura operacional da secção portuguesa da Amnistia Internacional.

A Rede de Acções Urgentes é uma das soluções encontradas pela Amnistia Internacional para lidar com violações dos direitos humanos. Porém, o número de acções que chegam até Portugal é elevado, pelo que se torna complicado traduzir todos os textos e difundir os mesmos pela população portuguesa.

Os voluntários terão assim como tarefa a tradução destes textos, que chegam a Portugal como uma periodicidade quinzenal. Cada voluntário terá apenas que traduzir uma acção urgente a cada dois meses. Quem estiver interessado, basta aceder ao formulário de inscrição aqui.

A Amnistia Internacional surgiu em 1961, em Inglaterra, e é actualmente o maior movimento mundial de defesa dos direitos humanos.