HHY & The Macumbas: xamãs em Coimbra e Lisboa

São um combo misterioso: apresentam-se em palco com máscaras e criam música sem centro definido

Foto
Paulo Pimenta

O ano passado mostraram-nos Throat Permission Cut, álbum de estreia criado através da compilação de sons gravados em concerto e posteriormente trabalhados em estúdio para criar uma outra música.

Grupo com formação variável (podem ser sexteto, podem ser dez músicos em palco) capitaneado por Jonathan Uliel Saldanha, tem agenda de concerto tão rara quanto intensos são os seus concertos. Só pode ser portanto uma boa notícia a de que poderemos vê-los hoje, sexta-feira, 16 de Janeiro, no Salão Brazil, em Coimbra (22h30, com actuação também de UUMRRK), e amanhã, sábado, dia 17, no Musicbox, em Lisboa (24h). Um concerto no Porto, marcado para 18 de Janeiro no Maus Hábitos, foi entretanto cancelado. A banda anunciará brevemente nova data.

Os HHY & The Macumbas são um combo misterioso: apresentam-se em palco com máscaras e criam música sem centro definido, quais xamãs de vários tempos e proveniências reunidos num mesmo palco para, através de partículas dub, sopros jazz fantasmagóricos ou kraut-rock em modo voodoo haitiano, nos transportar para um outro lugar. Já os viram o público do Outfest, do Milhões de Festa, do Amplifest ou do Sonar. Quem não os viu, melhor será que aproveite a oportunidade agora oferecida. A viagem promete ser surpreendente e recompensadora.