Cronologia: Os principais acidentes aéreos da última década

Cronologia dos acidentes mais graves da aviação desde 2004.

A tragédia deste domingo com o voo QZ 8501 da Air Asia é o culminar de um ano negro para a aviação comercial
Foto
A tragédia deste domingo com o voo QZ 8501 da Air Asia é o culminar de um ano negro para a aviação comercial REUTERS/Edgar Su

2014

28 de Dezembro: Um Airbus 320-200 da companhia aérea Air Asia, com 162 pessoas a bordo, desaparece quando viajava da cidade javanesa de Surabaia para Singapura.

24 de Julho: 116 pessoas morrem na queda de um avião MD83 da companhia espanhola Swiftair, operado pela Air Algerie, no Mali.

17 de Julho: Um Boeing 777 da Malaysia Airlines que fazia a ligação entre Amesterdão e Kuala Lumpur despenha-se no Leste da Ucrânia, junto à fronteira com a Rússia, depois de ser abatido em circunstâncias ainda por apurar. Não há sobreviventes entre os 298 passageiros e membros da tripulação.

8 de Março: Um outro Boeing 777 da Malaysia Airlines com 239 pessoas a bordo desaparece dos radares quando fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim. As buscas do aparelho, as mais caras de sempre na história da aviação comercial, resultaram infrutíferas até hoje.

2012

3 de Junho: Um avião comercial despenha-se contra um edifício em Lagos, capital da Nigéria. As autoridades contam mais de 150 vítimas mortais.

20 de Abril: 121 passageiros morrem quando um Boeing 737 cai junto à base militar de Chaklala, nos arredores de Islamabad (Paquistão).

2010

28 de Julho: Um Airbus A321 da companhia Air Blue proveniente de Karachi (Paquistão) despenha-se contra colinas em Islamabad. Morrem 153 pessoas.

22 de Maio: Um avião despenha-se após descolar do aeroporto de Mangalore, no sudoeste da Índia, provocando a morte de mais de 160 pessoas.

12 de Maio: Uma centena de pessoas morrem quando um avião proveniente de África do Sul cai no aeroporto líbio de Trípoli.

2009

15 de Julho: Um Tupolev da companhia iraniana Caspian despenha-se com 168 pessoas a bordo.

30 de Junho: Um Airbus 310 da companhia Yemenia Airway cai no Oceano Índico. Só uma das 153 pessoas a bordo sobrevive.

1 de Junho: Um Airbus A330 da Air France que fazia a ligação entre o Rio de Janeiro e Paris despenha-se no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo. É o pior acidente aéreo desde 2003.

20 de Maio: Um avião militar Hércules C-130 com 96 passageiros e 13 tripulantes cai na ilha de Java (Indonésia). Todos os ocupantes morrem.

2008

Um avião MD-82 da Spanair cai ao descolar do aeroporto de Barajas, em Madrid. O acidente mata 154 pessoas e deixa 18 feridos.

2007

17 de Julho: Um Airbus A320 da companhia TAM Airlines despenha-se ao aterrar no aeroporto de Congonhas, em São Paulo (Brasil). Morrem todos os 187 ocupantes e 12 pessoas atingidas pelo aparelho.

5 de Maio: 114 pessoas morrem quando um Boeing 737 da Kenya Airways cai nos Camarões.

1 de Janeiro: Um Boeing 737 de Adam Air, com 102 pessoas a bordo, despenha-se no oceano junto à ilha de Sulawesi, na Indonésia. Não há sobreviventes.

2006

29 de Setembro: Um Boeing da Gol que fazia a ligação entre Manaus e o Rio de Janeiro cai na região de Mato Grosso após colidir com um avião privado da empresa norte-americana ExcelAire. Morrem os 154 ocupantes do Boeing. O jacto, com sete pessoas a bordo, consegue pousar sem causar feridos.

22 de Agosto: 170 pessoas morrem quando um avião da companhia russa Pulkovo se despenha na Ucrânia.

9 de Julho: Um Airbus 310 da companhia S7 Airlines cai e incendeia-se em plena aterragem na Rússia. Morrem 128 dos 203 passageiros.

2005

22 de Outubro: Um Boeing 737 da Bellview Airlines cai na Nigéria. Morrem todos os seus 117 ocupantes.

5 de Setembro: 155 pessoas morrem quando um Boeing 737 da Mandala Airlines se despenha em Medan (Indonésia).

16 de Agosto: Um McDonnell Douglas MD-82 da West Caribbean Airlines com 160 pessoas a bordo cai próximo de Maracaibo, Venezuela. No há sobreviventes.

14 de Agosto: Um acidente com um avião da Helios Airways junto à cidade grega de Kalamos mata todos os seus 121 ocupantes.

2004

3 de Janeiro: Um 737 da Flash Airlines cai no Mar Vermelho. 141 pessoas morrem.