Smart Travel junta estrategas internacionais e mostra Nordeste Transmontano

Durante quatro dias, o debate sobre a inovação em territórios de baixa densidade vai ter como palco Bragança e Mirandela.

Depois das conferências, os convidados vão conhecer um pouco das riquezas da região transmontana
Foto
Depois das conferências, os convidados vão conhecer um pouco das riquezas da região transmontana Luís Efigénio

O Nordeste Transmontano acolhe na próxima semana um evento internacional apresentado como "inédito", que reúne estrategas internacionais das soluções inteligentes para territórios e oferece experiências para promover a região além-fronteiras.

Durante quatro dias, entre 4 e 7 de Dezembro, o Smart Travel2014 junta nesta região perto de três dezenas de especialistas na área do turismo, tecnologia e inovação, num congresso que contabiliza mais de 300 inscrições, segundo a organização.

Técnicos de autarquias, investigadores, estudantes e institucionais de Portugal e outros países estão inscritos no evento organizado pelas associações de desenvolvimento local Desteque e Corane para partilhar conhecimento, experiência e soluções inteligentes n o Turismo, recursos endógenos, adotar tecnologia e processos inovadores para a promoção e desenvolvimento de "Destinos Inteligentes" em territórios e baixa densidade populacional, como o Nordeste Transmontano.

Os primeiros dois dias são preenchidos com conferências nas cidades de Bragança e Mirandela, nas quais "serão debatidos a integração e o cruzamento de muitas temáticas que estão hoje na ordem do dia nas grandes cidades do mundo, como a Internet das Coisas, o Big Data mas também a criatividade e cultura, o planeamento urbano, a sustentabilidade energética e ambiental, a economia e as ferramentas de comunicação e marketing".

Numa nota enviada às redacções, a organização confirma a presença de Boyd Cohen, estratega urbano e climático que promete "desafiar o Nordeste de Portugal para a implementação de um projeto-piloto em termos mundiais, que ajude este território a usar a inteligência a favor do desenvolvimento".

Entre os oradores estão vários nomes da vizinha Espanha, como o presidente da cidade de Santander e da Rede Espanhola de Cidades Inteligentes, Iñigo de la Serna, e Manuel Santona o responsável pelas Tecnologias de Informação da cidade de Barcelona, apontada como "uma das cidades de referência quando se fala de tecnologia e desenvolvimento".Outros nomes confirmados são Nick Hall, "um guru da estratégia online e
mobile com especial ênfase para projectos de destinos turísticos", Lorenzo Cantoni, presidente da Federação Internacional das Tecnologias de Informação nas Viagens e Turismo (IFITT), Steve Lewis, fundador da Living PlanIT ou Carlos Moreno, consultor científico do presidente da Cofely INEO.

Os dois últimos dias oferecem aos participantes experiências que visam promover a região, mostrando "todo o potencial turístico do Nordeste, desde a gastronomia, paisagem, cultura, folclore, património, natureza, mas também soluções de inteligência como empresas e edifícios sustentáveis". Para estas excursões foram convidados operadores turísticos, jornalistas e bloggers nacionais e internacionais, entre os quais tem presença confirmada o australiano Tom Rooney, que escreve sobre destinos e viagens com seguidores em todo o mundo.

Estas experiências vão ainda permitir participar na "criação" de novas obras que autores de Arte Urbana, a londrina Zabou e o português Bordalo II, vão deixar em Bragança num mural da capital de distrito. O Smart Travel será transmitido em direto na Internet, as conferências terão tradução em simultâneo e reserva também espaço para demonstração de produtos e serviços.