Nana Photo
Foto
Nana Photo

Académica também desiste do campeonato de Sub-23

Com o abandono dos “pretos”, a prova do Sub-Escalão Sénior fica reduzida a sete equipas

É mais um golpe numa competição que tem vivido com problemas constantes desde o início da temporada. Depois de o Técnico ter desistido de participar na prova antes de a mesma se iniciar, a Académica seguiu o mesmo caminho e não vai continuar a jogar no campeonato nacional de Sub-23.

Numa competição que deveria contar com as 10 equipas que competem na Divisão de Honra, o cenário não é o melhor. RC Montemor e CRAV já não tinham participado na edição da temporada passada e repetiram a decisão nesta época, mas em 2014-15 o Técnico também entendeu não reunir condições para disputar o Sub-Escalão Sénior e a Académica, embora tenha tentado, chegou à mesma conclusão.

Em declarações ao P3 Râguebi, Paulo Picão, presidente da secção de râguebi dos “pretos”, explicou que embora a Académica conte “com 52 jogadores no plantel, cerca de 80% são do escalão de sub-23” e, com lesões e épocas de exames, tornou-se inviável a formação de Coimbra manter-se em competição em duas provas.

PÚBLICO -
Foto

Paulo Picão lembrou ainda que em relação à época passada, os “pretos” perderam 14 jogadores “que abandonaram Coimbra para estudar em Lisboa ou no estrangeiro com o Programa Erasmus”, o que condicionou muito a temporada da Académica.

Recorde-se que no início de Outubro o Técnico desistiu de jogar no campeonato de Sub-23, justificando essa decisão pelo facto de as equipas seniores já serem constituídas “na sua maioria” por atletas que ainda são Sub-23 e que “com o actual panorama de exigência da competição sénior e a crescente diáspora de atletas seniores que abandonam a competição por motivos académicos ou profissionais, muitos deles tendo de emigrar para singrar profissionalmente, estes problemas se irão agudizar”.

Com o abandono da Académica, a prova passa a contar com a presença de apenas sete equipas: seis da Divisão de Honra (CDUL, Direito, Agronomia, Belenenses, Cascais e CDUP) e uma da I Divisão (Sporting).