Música regressa a Paredes de Coura com “Escola do Rock”

Não é uma escola como as outras. São cinco dias de formação, experimentação, convívio e partilha e destina-se a jovens entre os 14 e os 25 anos

Gostas de rock? Sabes tocar um instrumento? Gostavas de desenvolver as tuas competências? A “Escola de Rock” dá-te essa oportunidade, entre os dias 17 e 21 de Dezembro, no Centro Cultural de Paredes de Coura.

A iniciativa é do município de Paredes de Coura e a direcção artística do projecto está a cargo do Space Ensemble. São cinco dias de ensaios, formação, experimentação, convívio e partilha. O evento destina-se a todos os jovens do país, com idades entre os 14 e os 25 anos, que queiram desenvolver as suas competências musicais, em especial na área do rock. A formação é dada pelos elementos do Space Ensemble.

“Não é uma escola no sentido convencional. É uma residência artística sobre a temática do rock”, explicou ao P3, Nuno Alves, director artístico do evento e membro do “Space Ensemble”.

Este é também um projecto destinado a ocupar os jovens “no tempo das férias”, como destacou, ao P3, o presidente da CM de Paredes de Coura, Vítor Paulo Pereira: “Nós constatávamos que, nas férias, a maior parte dos jovens e até algumas bandas de garagem não tinham muitas vezes onde ensaiar e também não tinham muitas vezes aprendizagem. Através desta “Escola de Rock” podemos criar um projecto que estimule os miúdos e os ocupe de forma lúdica e pedagógica”. A ideia é criar “uma iniciativa com duração e que perdure no tempo”, garante o autarca, e repeti-la “nas férias da Páscoa e, porventura, nas férias do Verão”.

Os jovens devem saber tocar um instrumento, mas não têm de ser necessariamente “os instrumentos mais comuns do rock”, ou seja, não é exclusivo a guitarras ou baterias. A formação vai incidir também em instrumentos de corda, como violas, violinos ou violoncelos. “Vamos procurar, entre os inscritos, diversidade de instrumentos, de idades, e tentar criar uma comunidade engraçada e não dentro do mesmo registo”, salienta Nuno.

A “Escola de Rock” tenciona “cruzar formações diferentes e criar uma semana de experimentação, mas também bastante rigorosa, porque o que se pretende, no final, é gravar um disco, fazer uma apresentação final e, portanto, dar um cunho muito profissional a estes cinco dias de residência”, esclarece o director artístico.

O evento é também uma forma de “transportar o ambiente de música e criatividade que acontece no Festival de Verão para o resto do ano”, destaca Vítor Paulo Pereira.

Workshops, cinema e concertos

A formação e os ensaios para a apresentação final decorrem entre as 9h30 e as 17h, durante os cinco dias. Ao final da tarde o tempo é para “workshops” de produção musical, mas também para demonstrações de instrumentos, nos dias 17 e 18 de Dezembro. Os dias 19 e 20 são, respectivamente, dias de concertos de “The Lazy Faithful”, às 21h30, e de “The Glockenwise” à mesma hora. O programa integra também um ciclo de cinema, em parceria com o Canal180, e inclui filmes e documentários sobre a temática do rock.

O evento termina com o espectáculo final, marcado para o fim de tarde de domingo, 21 de Dezembro, e vai reunir em palco mais de 40 pessoas. Para além dos 30 participantes, o concerto terá a presença de alguns convidados e vai apresentar todo o trabalho desenvolvido ao longo da semana.

Para te inscreveres, basta enviares um mail para [email protected] com os dados biográficos e um vídeo onde mostres que sabes tocar um instrumento. As inscrições começam dia 9 de Novembro e decorrem até 5 de Dezembro. A selecção é feita por um júri e dia 8 de Dezembro são anunciados os 30 participantes selecionados.

A participação na “Escola do Rock” está sujeita ao pagamento de 50 euros e dá acesso ao programa de formação e actividades paralelas (demonstrações de instrumentos, “workshops” e sessões de cinema) ou de 100 euros, incluindo estadia e alojamento.

As demonstrações, os “workshops” e as sessões de cinema são gratuitos e abertos a toda a população. Os bilhetes para os concertos e espectáculo final têm o custo de 2 euros.