França adopta maços de cigarros "neutros" para combater tabagismo

Embalagens terão a mesma forma, tamanho, cor e tipo de letra. Objectivo é tornarem-se menos atractivas.

Foto
França abriu guerra ao tabaco JOEL SAGET/AFP

A França vai adoptar os maços de tabaco "neutros", para tentar reduzir o tabagismo. Até agora só um país do mundo, o fez – a Austrália, em 2012.

Os maços “neutros” deverão ter todos a mesma forma, tamanho, cor e tipo de letra. Pretende-se assim eliminar o efeito visual das marcas que se julga contribuir para os tornar atractivos.

A notícia foi dada pela ministra da Saúde, Marisol Touraine. Não foram anunciados prazos para a entrada em vigor da medida em França. A Inglaterra e a Irlanda também já anunciaram decisão semelhante.

Desde a introdução dos maços “neutros”, o valor das vendas de tabaco na Austrália diminuiu um pouco mais de 3%. Um estudo do Governo indica que o número de fumadores habituais com idade superior a 14 anos baixou de 15,1% em 2010 para 12,8% em 2013 e que os jovens começaram a fumar mais tarde – por volta dos 16 anos, quando antes o faziam em média aos 14.

A França vai também interditar o fumo em espaços públicos infantis e em viaturas de transporte de menores de 12 anos. Serão igualmente proibidos os cigarros electrónicos em lugares frequentados por menores, casos das escolas, transportes colectivos e espaços de trabalho fechados. Os cigarros electrónicos tiveram uma enorme expansão nos dois últimos anos em França e foram proibidos a menores, em Março de 2014.

Uma directiva europeia adoptada em Fevereiro prevê o aumento do tamanho dos avisos sobre os riscos do tabaco para a saúde colocados nos maços e o recurso e a imagens-choque e slogans que cubram 65% da superfície das embalagens.