O misterioso chefe islâmico apareceu pela primeira vez

Abu Bakr al-Baghdadi exige que todos os muçulmanos lhe obedeçam.

Este chefe jihadista sunita, até agora na sombra, terá sido filmado na sexta-feira durante uma prece em Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, conquistada durante a ofensiva que os seus combatentes lançaram a 9 de Junho no Iraque, onde já controlam partes do território.

“Sou o Wali [líder] designado para vos dirigir, mas não sou melhor do que vós. Se pensam que que tenho razão, ajudem; se pensam que estou errado, aconselhem-me e metam-me no caminho certo”, disse Abu Bakr al-Baghdadi, que apareceu vestido todo de negro, turbante na cabeça, barba longa e uma túnica tradicional.

“Obedeçam-me tanto quanto obedecem a Deus”, acrescentou ele num vídeo, cuja autenticidade ainda não foi possível comprovar de forma independente.

No passado domingo, os jihadistas proclamaram  a criação de um califado nos territórios que controlam na Síria e no Iraque, anunciando a mudança de nome de Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS) para Estado Islâmico.

O ISIS proclamou Abu Bakr al-Baghdadi como “califa” e, como tal, chefe dos muçulmanos em todo o mundo.

Historicamente o califa designa o sucessor do profeta Maomé. O califado é um regime político islâmico desaparecido há mais de um século.