Portugal recebe quase 3,3 milhões de Bruxelas para distribuir fruta nas escolas

Bruxelas financia o programa nacional de distribuição de fruta e legumes nas escolas a 85%.

Grupo Fonte Viva junta fruta ao negócio da distribuição de águas
Foto
Grupo Fonte Viva junta fruta ao negócio da distribuição de águas Pedro Cunha

Portugal vai receber quase 3,3 milhões de euros de financiamento para o programa de distribuição de fruta e legumes nas escolas no próximo ano lectivo, divulgou a Comissão Europeia nesta quinta-feira.

Bruxelas financia o programa nacional de distribuição de fruta e legumes nas escolas a 85%, num valor de 3.284.967 euros. No ano lectivo 2012/2013, segundo Bruxelas, 8,6 milhões de crianças receberam frutas e legumes nas escolas dos Estados-membros participantes, mais 6% do que no ano lectivo anterior.

O programa europeu - que envolve uma verba, por parte da Comissão Europeia, de 150 milhões de euros - tem como objectivo a promoção de hábitos alimentares saudáveis junto da população escolar, combatendo a obesidade infantil.

Segundo a Comissão Europeia, Portugal está entre os países da Europa com maior número de crianças com excesso de peso: 32% das crianças entre os 6 e os 8 anos têm excesso de peso e 14% são obesas. O sexo feminino apresenta valores superiores aos do sexo masculino.

O último estudo do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) sobre obesidade infantil revela também que mais de 90% das crianças portuguesas come fast-food, doces e bebe refrigerantes, pelo menos quatro vezes por semana. Isto ao mesmo tempo que menos de 1% das crianças bebe água todos os dias e só 2% consome fruta fresca diariamente.