A campanha do Creoula, de André Valentim Almeida, vence prémio Doc Alliance 2014

O realizador português foi premiado pela associação que reúne sete festivais europeus.

O documentário já tinha sido premiado em Lisboa
Foto
O documentário já tinha sido premiado em Lisboa DR

O filme A campanha do Creoula, do realizador André Valentim Almeida, venceu o prémio Doc Alliance 2014, um galardão criado por sete festivais europeus dedicados ao documentário, foi esta segunda-feira anunciado.

A campanha do Creoula foi exibido em estreia no DocLisboa 2013, tendo recebido o Prémio Escolas de melhor longa-metragem e uma menção honrosa no Prémio Ganho do Som.

André Valentim Almeida é autor dos filmes Uma na bravo outra na ditadura, retrato da geração pós-25 de Abril de 1974, e From New York with love, um ensaio documental sobre a vivência, enquanto português, cidadão estrangeiro, em Nova Iorque.

A rede Doc Alliance integra sete festivais europeus dedicados ao documentário (incluindo o DocLisboa) que selecionam um filme candidato ao Prémio Doc Alliance.

O júri deste ano integrou os críticos de cinema Vasco Câmara (do PÚBLICO, Portugal), Hannah Pilarczyk (Alemanha), Kim Skotte (Dinamarca), Christian Jungen (Suíça), Isabelle Regnier (França), Piotr Czerkawski (Polónia) e Kamila Bohackova (Repúbllica Checa).

Em 2013, o prémio Doc Alliance foi atribuído ao filme Cativeiro, de André Gil Mata. Rodado em São João da Madeira, Cativeiro centra-se no universo da avó do realizador, uma mulher de 91 anos, que viveu sempre na mesma casa, desde que nasceu. O filme procura assimilar “a relação desta mulher com este lugar”, como se lê na apresentação da obra.