Ser vegetariano está na moda entre os crocodilos no Zimbabwe

Foto

Depois dos humanos, chegou a vez de os crocodilos-do-nilo converterem-se ao estilo «Vegan». Numa fazenda localizada nas margens do Kariba, o maior lago artificial de África, estes répteis, considerados uns dos maiores predadores do continente africano, são criados através de uma ementa surreal à base de proteínas, minerais, vitaminas, farinha e água.

A mudança nos hábitos alimentares dos crocodilos aconteceu, inicialmente, devido à crise económica que atingiu o país em 2006. Durante este período, o preço da carne aumentou e os produtores, tiveram de encontrar uma alternativa para alimentarem os 164 mil crocodilos.

“Nós mudámos a dieta gradualmente, primeiro reduzimos a carne para cerca de 15%, depois para sete e, actualmente, os animais são alimentados através de uma ementa totalmente vegetariana”, explicou Oliver Kamundimu, director financeiro da fazenda Padenga Holdings.

Os responsáveis acreditam ainda que esta estratégia, economicamente mais vantajosa, permite que os crocodilos fiquem mais dóceis e com uma pele de melhor qualidade.

Estes répteis são abatidos aos 30 meses de vida, quando medem cerca de um metro e meio, 90% do coro é utilizado na confecção de bolsas e o restante na criação de sapatos, cintos e pulseiras, por alguns dos maiores nomes da moda mundial.