"O voo MH370 acabou no Sul do oceano Índico"

Comunicação na íntegra do primeiro-ministro malaio sobre o destino do avião que desapareceu dia 8 de Março.

Foto

O primeiro-ministro malaio, Najib Razak, comunicou oficialmente esta segunda-feira que o voo MH370 despenhou-se no Índico. O comunicado na íntegra.

"Esta noite, falei com representantes do Air Accidents Investigation Branch [AAIB, Departamento de Investigação de Acidentes Aéreos]  do Reino Unido. Informaram-me que a Inmarsat, a empresa britânica que fornece dados de satélite e que indicou a existência dos corredores norte e sul, tem estado a fazer novas avaliações a partir dos seus dados. Usando um tipo de análise nunca antes utilizado numa investigação deste género, eles conseguiram fazer luz sobre a rota do MH370.

Com base nesta nova análise, a Inmarsat e a AAIB concluíram que o MH370 voou ao longo do corredor sul, e que a sua última posição foi a meio do oceano Índico, a oeste de Perth.

É um local remoto, longe de qualquer sítio onde seja possível aterrar. Por isso, é com grande tristeza e pesar que informo que, de acordo com estas novas informações, o voo MH370 acabou no Sul do oceano Índico.

Amanhã daremos uma conferência de imprensa com mais pormenores. Entretanto, iremos informando sobre novos desenvolvimentos, mal eles existam. Partilhamos esta informação num espírito de transparência e de respeito pelas famílias, dois princípios que sempre regeram a nossa investigação.

A Malaysia Airlines já falou com as famílias dos passageiros e da tripulação sobre este desenvolvimento. Para eles, as últimas semanas foram dilacerantes; sei que estas novas notícias ainda são mais duras. Peço aos media que respeitem a sua privacidade e que lhes dêem o espaço de que precisam neste momento difícil".