Depois do sucesso de Lisboa, Bergman vai em digressão

A retrospectiva de 17 filmes tem esgotado salas em Lisboa e, para lá do Porto, começa a viajar pelo país em Fevereiro.

Foto
Mónica e o Desejo, de Ingmar Bergman, faz parte do ciclo

Já se sabia que o ciclo retrospectivo de Ingmar Bergman a decorrer no Espaço Nimas, em Lisboa, se iria prolongar até Abril, e que chegaria ao Teatro do Campo Alegre, no Porto, em Fevereiro.

O que não se sabia – e acaba de ser anunciado pela distribuidora Leopardo Filmes de Paulo Branco – é que o ciclo vai chegar também a outras cidades do país, numa série de extensões que vão manter os 17 filmes (dez dos quais em versões restauradas, todos exibidos em cópia digital) a rodar em sala, pelo menos, até Maio.

O que não seria forçosamente de esperar é que alguns dos filmes tenham esgotado as sessões do Nimas, fazendo com que, por exemplo, O Sétimo Selo ou Morangos Silvestres entrassem nos 20 filmes mais vistos do ranking de exibição cinematográfica divulgado semanalmente pelo Instituto do Cinema e Audiovisual. Os resultados ultrapassaram as expectativas da distribuidora e o anúncio das novas datas espera que a adesão do público se estenda para lá da capital.

Para já, Setúbal é a cidade mais “afortunada” – todos os 17 filmes vão ser exibidos no Auditório Charlot ao ritmo de um filme por semana, dois dias por semana, a partir de 6 de Fevereiro e até finais de Maio.

As restantes cidades já marcadas são Coimbra (A Máscara a 10 e Sonata de Outono a 24 de Fevereiro, Teatro Académico de Gil Vicente); Braga (Sonata de Outono a 10 de Fevereiro, Theatro Circo); Figueira da Foz (Morangos Silvestres a 14 e Fanny e Alexandre a 21 de Fevereiro, Centro de Artes e Espectáculos); e Castelo Branco (O Sétimo Selo a 11, Sonata de Outono a 12 e Fanny e Alexandre a 13 de Fevereiro, Cine-Teatro Avenida).

À excepção de Castelo Branco, todas estas salas fazem parte do circuito de exibição da Medeia Filmes, empresa-gémea da distribuidora de Paulo Branco. Mas fonte da Leopardo avança que preferiram para já anunciar apenas as cidades confirmadas, enquanto continuam as conversas com vários cineclubes do país para acertar programação e datas.

Ainda segundo a distribuidora, a adesão do público ultrapassou largamente as expectativas (que eram em si boas, face à reputação de que o cineasta sueco continua a gozar internacionalmente). Muitos destes filmes tiveram estreia em Portugal e vários chegaram a estar editados em DVD ou foram exibidos na televisão, embora há longos anos não sejam mostrados em sala fora da Cinemateca Portuguesa ou de ciclos pontuais. Morangos Silvestres, O Sétimo Selo, Sonata de Outono e Cenas da Vida Conjugal são os títulos com melhor resultado até agora, segundo a Leopardo Filmes.

O sucesso desta “operação Bergman” mede-se a uma escala um pouco diferente da estreia comercial tradicional, ou mesmo da de outras reposições recentes como Vertigo, de Alfred Hitchcock (Midas Filmes), Taxi Driver, de Martin Scorsese (Columbia Tristar Warner), ou Viagem a Tóquio, de Yasujiro Ozu (Leopardo Filmes). Isto porque os filmes não se encontram em exibição “tradicional” sete dias por semana, mas “rodam” na mesma sala, ao ritmo de um filme por dia. 

Isso torna os 1100 espectadores registados pelo ICA para O Sétimo Selo ou os 900 para Sonata de Outono em apenas dois dias de exibição mais significativos, do que, por exemplo, os 1100 espectadores que A Espuma dos Dias, de Michel Gondry, realizou ao longo de três semanas de exibição. Noutro tipo de comparação, ao longo dos seus primeiros sete dias de exibição em 79 salas do país, O Lobo de Wall Street de Martin Scorsese atraiu 68 mil espectadores – uma média de 123 espectadores por sala por dia de exibição – quando na mesma semana Morangos Silvestres realizava 500 espectadores por dia de exibição na sala do Nimas.

Em Lisboa, a programação do Espaço Nimas está agora marcada até dia 19 de Março, enquanto em Fevereiro o Teatro do Campo Alegre recebe o ciclo a partir de 20 de Fevereiro. Os horários e datas podem ser consultados em www.medeiafilmes.com ou www.leopardofilmes.com