Comissão de inquérito a Camarate suspensa até pelo menos Março de 2014

Os deputados da X Comissão de Inquérito à tragédia de Camarate decidiram esta sexta-feira suspender a comissão até ao próximo ano devido aos poucos dias que faltam de trabalho e às diversas diligências que os parlamentares aguardam.

Faltando pela lei 29 dias para terminar o prazo para os trabalhos da comissão, e aguardando os deputados ainda diversas actas e um relatório da Inspecção-Geral de Finanças (IGF), foi acordada a suspensão dos trabalhos para que estes sejam retomados quando novos elementos forem revelados.

Tal deverá suceder, segundo contas do presidente da comissão, José Matos Rosa (PSD), nunca antes de Março de 2014.

A X comissão de inquérito ao caso Camarate visa averiguar as "causas e circunstâncias em que, no dia 4 de Dezembro de 1980, ocorreu a morte do então primeiro-ministro, Francisco Sá Carneiro, do ministro da Defesa Nacional, Adelino Amaro da Costa, e dos seus acompanhantes", do chefe de gabinete António Patrício Gouveia e dos pilotos.