Protesto pede "1% para a Cultura" e "demissão" no Parlamento durante audição de Barreto Xavier

Com cerca de 1h20 de audição do secretário de Estado da Cultura decorrida no plenário da Assembleia da República, um grupo de pouco mais de uma dezena de pessoas interrompeu esta quinta-feira a sessão gritando “1% para a cultura” e “demissão” .

O protesto aconteceu quando o secretário de Estado da Cultura se preparava para responder ao deputado comunista Miguel Tiago sobre detalhes do orçamento para 2014 no âmbito da audição conjunta da Comissão de Educação, Ciência e Cultura e da Comissão do Orçamento, Finanças e Administração Pública dedicada à parcela da Cultura no Orçamento do Estado para 2014.

Ao retomar a palavra e depois de as galerias terem sido evacuadas, Barreto Xavier aludiu à intervenção do grupo, lembrando que “em Portugal, nunca foi alcançado” esse objectivo de que 1% do Orçamento do Estado fosse consagrado à Cultura. “É difícil pensar que hoje nestas circunstâncias se possam alimentar certas ilusões, mas é bom que essa ilusão exista porque devemos lutar por ela."