Lisboa vai ter mais 150 lugares de estacionamento pago

EMEL vai aproveitar logradouros desocupados em prédios da Segurança Social, em Alvalade. Lugares destinam-se a residentes.

Foto

A Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) anunciou nesta quarta-feira a criação de mais 150 lugares de estacionamento com parquímetro no Bairro de Alvalade, num investimento de cerca de 260 mil euros.

Estes lugares de estacionamento são criados na sequência de um contrato de concessão com o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS), que atribui à EMEL a responsabilidade de limpar e ordenar os “terrenos sobrantes do plano de construção do Bairro de Alvalade”, lê-se num comunicado.

“Esta intervenção permitirá o aumento da oferta de lugares de estacionamento destinados a residentes e o ordenamento de um conjunto de terrenos desaproveitados, situados em logradouros de prédios da Segurança Social naquela zona da cidade”, indica o documento.

Afirmando que os terrenos em causa acumulam “detritos e matérias abandonadas”, a EMEL assegurou que “serão retirados” e a limpeza “contribuirá para melhorar a segurança e qualidade de vida da população”.

As obras de limpeza e ordenamento destes terrenos vão começar “em breve” e toda a operação terá um custo para a EMEL de cerca de 260 mil euros.