Curtas-metragens Primária e Le Maillot de Bain vencem Córtex

Festival de Sintra homenageou João César Monteiro

<i>Primária</i> recebeu um prémio de 500 euros
Foto
Primária recebeu um prémio de 500 euros DR

A produção portuguesa Primária, de Hugo Pedro, e Le Maillot de Bain, da francesa Mathilde Bayle, venceram a 4.ª edição do Córtex - Festival de Curtas-Metragens de Sintra, que terminou este domingo.

Primária foi distinguida com o Prémio Melhor Curta Nacional, com o valor pecuniário de 500 euros, e recebeu também o Prémio do Público (200 euros).

“Em 19 minutos, esta curta-metragem conta a história de uma turma do 4.º ano, que inicia o terceiro e último período escolar e se prepara para os exames nacionais” - é esta a sinopse do filme, divulgada pela organização.

Outra curta-metragem portuguesa, Rhoma Acans, de Leonor Teles, recebeu uma menção honrosa. Trata-se de um “documentário [que] questiona o que é a família, a tradição e o modo como estes se aproximam ou afastam”.

O Prémio Melhor Curta Internacional, com o valor de 300 euros, distinguiu Le Maillot de Bain, de Mathilde Bayle. É “uma ficção francesa cujo cenário é um parque de campismo junto ao mar, onde um rapaz de 10 anos, Rémi, fica fascinado por Stéphane, pai de uma amiga dele, de 35 anos, um sentimento novo e confuso para o pequeno Rémi”.

O júri do festival foi constituído por Carla Chambel, Graça Castanheira, José Vieira Mendes, Marta Fernandes e Nuno Galopim.

O Córtex - Festival de Curtas-Metragens de Sintra começou na passada quinta-feira, e exibiu 23 curtas-metragens (17 nacionais e seis internacionais) realizadas entre 2012 e 2013.

Na sessão de abertura, o Córtex exibiu, pela primeira vez em simultâneo, nove curtas-metragens de João César Monteiro, falecido há dez anos.