A Nymphomaniac de Lars von Trier pode afinal ir a Cannes em 2014

Versão hardcore do filme estará a ser trabalhada na sala de montagem com recurso a duplos e pode estrear-se no Festival de Cannes.

Foto

O filme de Lars von Trier com Charlotte Gainsbourg e Shia LaBeouf centrado na personagem de Joe, uma crónica na primeira pessoa da vida sexual da protagonista (Gainsbourg) desde a infância até aos 50 anos, pode assinalar o regresso do realizador dinamarquês ao Festival de Cannes. Com uma versão pornográfica de Nymphomaniac.

Em 2011, Von Trier foi considerado persona non grata em Cannes por ter proferido comentários polémicos sobre Hitler e Israel, mas este ano havia a expectativa de o ver novamente na Croisette à boleia do muito falado projecto. Contudo, o filme não teria sequer sido proposto para selecção por não estar pronto e o caso ficou em suspenso. Sabia-se que o realizador queria dividir Nymphomaniac em duas partes, ou duas versões — uma hard outra softcore, menos e mais explícita nas cenas sexuais, cada uma com recursos estilísticos distintos e material de arquivo.

Na última semana, novos pormenores surgiram, dando conta de que cada volume tem cerca de 2h30 e que os produtores ponderavam estender a história através de uma série de TV com oito episódios. A versão hardcore é aquela em que o realizador está a “colar” os duplos que de facto fizeram sexo para as câmaras nos corpos dos actores. A versão softcore será a que estreará na Dinamarca e na Noruega em Dezembro e Janeiro, respectivamente, segundo os sites Montages e TheFilmStage. A Magnolia Pictures tinha já adiantado que pretende estrear o filme nos EUA no início do próximo ano.

Fontes da produção citadas pelo norueguês Montages e reproduzidas em vários sites noticiosos dizem agora que a versão hardcore poderá estrear-se na próxima Primavera em Cannes, não se sabendo ainda se pode vir a ser candidato nas secções de competição.

Nymphomaniac conta ainda com papéis para Uma Thurman, Jamie Bell, Willem Dafoe, Stellan Skarsgard, Christian Slater, Connie Nielsen e Udo Kier. Existem já uma campanha e três pequenos trailers do filme, divulgados através do seu site oficial e do YouTube.
 


 
Notícia corrigida às 13h12: alteração da imagem