Árbitro mata jogador em campo e é decapitado pelos adeptos

Confronto entre um jogador e um árbitro acabou em tragédia no Brasil.

Viveram-se momentos de puro terror num campo de futebol do Estado do Maranhão, no Nordeste do Brasil. Um jogador e um árbitro perderam a vida em circunstâncias violentas.

O atleta Josenir dos Santos, 30 anos, ficou revoltado com uma decisão do árbitro Octávio Jordão da Silva, 20 anos. Os dois envolveram-se num confronto e o jogador acabou por ser esfaqueado no peito. Josenir ainda foi encaminhado para o hospital, mas não resistiu.

O incidente decorreu no dia 30 do mês passado, mas só agora chegou à imprensa internacional.

Segundo a imprensa brasileira, os adeptos vingaram a morte do jogador, perseguindo o árbitro. O homem foi amarrado, apedrejado, esquartejado e ainda sofreu uma decapitação. O crime assumiu contornos ainda mais macabros quando a cabeça do árbitro foi pendurada numa estaca.

Tudo isto se passou enquanto testemunhas filmavam o sucedido com os telemóveis. 

As autoridades vão utilizar os vídeos amadores para tentarem identificar os assassinos: “Um crime nunca vai justificar o outro. Acções como esta não se coadunam com a legalidade de um estado de direito”, constatou um porta-voz da polícia, citado pela imprensa local.

Notícia corrigida às 19h07. A notícia dizia que o incidente tinha ocorrido neste domingo, quando na verdade aconteceu no dia 30 de Junho, também um domingo.

Sugerir correcção