Torne-se perito

Papa denuncia os “abusos” sofridos pelas crianças

No Dia das Crianças Vítimas de Violência o Papa pediu a todos a protecção e defesa de todos os seres humanos, especialmente das crianças.

O Papa Francisco falou neste domingo na Praça de São Pedro
Foto
O Papa Francisco falou neste domingo na Praça de São Pedro Andreas Solaro/AFP

O Papa Francisco denunciou neste domingo os “abusos” sofridos pelas crianças, sem especificar se estava a referir aos casos de pedofilia. O Papa falou após a recitação da oração do Regina Caeli, na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Eu dirijo “hoje uma saudação à Associação Meter durante o Dia das Crianças Vítimas de Violência”, disse o Papa. Esta associação é uma ONG religiosa que nos últimos 20 anos lutou contra todos os tipos de abusos feitos a crianças, incluindo os abusos sexuais.

“Este dia dá-me a oportunidade de dirigir o meu pensamento aos que sofreram e continuam a sofrer de abusos”, continuou Francisco. “Quero assegurar-lhes que estão presentes nas minhas preces, mas também desejo dizer-vos decididamente que todos nós devemos empenhar-nos com coragem e claridade na protecção e defesa de todos os seres humanos, especialmente as crianças que estão entre os mais vulneráveis”, enfatizou.

Há um mês, o Papa Francisco já tinha pedido uma acção“decisiva” contra os abusos sexuais na Igreja, recordando o problema da pedofilia. “O Santo Padre exigiu especificamente que a Congregação [para a Doutrina da Fé], continue a linha estabelecida por Bento XVI, e aja decisivamente em relação aos casos de abuso sexual”, lia-se num comunicado publicado na altura pelo Vaticano.
 

Sugerir correcção