Novo romance de Richard Zimler na Porto Editora

Nelson Garrido
Foto
Nelson Garrido

A Sentinela chama-se em inglês The Night Watchman

O próximo romance de Richard Zimler vai ser publicado, em Outubro, pela Porto Editora. Tem um título português provisório, A Sentinela, em inglês chama-se The Night Watchman. E ao mesmo tempo será reeditado O Último Cabalista de Lisboa, o seu romance mais célebre. Ao Ípsilon, Zimler contou que demorou dois anos e meio a escrever The Night Watchman. “Acabei as últimas modificações há mais de um mês. A tradução já esta pronta.” O romance foi traduzido por José Lima, que também traduziu outros livros do autor. Zimler já fez uma revisão cuidadosa da versão portuguesa e está contente com ela. “O Zé é um tradutor magnífico”, diz, acrescentando que “em Inglaterra o livro sairá com Constable & Robinson”, a sua editora habitual. Este será o primeiro romance que o norte-americano naturalizado português publica, em Portugal, sem ser com a sua editora de sempre, Maria da Piedade Ferreira, que o editou na Quetzal (sem o conhecer, com um romance que fora rejeitado por várias editoras norte-americanas e se tornou best-seller), na Gótica e na Oceanos e Dom Quixote, da LeYa. O autor que nunca teve um contrato pessoal com o grupo LeYa – “ou seja, cada livro precisava de um novo contrato” – decidiu abandonar o grupo. “Esta mudança representa uma saída. A Porto Editora vai começar a re-editar todos os meus livros, começando com O Último Cabalista de Lisboa e A Sétima Porta (no próximo ano), porque estes dois contratos com a LeYa já caducaram” explica. “No final de 2012 tornou-se muito claro que a LeYa não valorizava a relação que eu tinha estabelecido com o grupo editorial há anos. Fiquei transtornado e magoado. E muito perplexo. Como a Maria da Piedade não tinha qualquer responsabilidade pela situação desagradável que ocorreu, a minha saída não tem qualquer efeito sobre a nossa relação pessoal. Devo-lhe muito e gosto imenso dela”, explicou.