Alunos vão ter três semanas de férias no Natal

Proposta de calendário escolar apresentada pelo MEC confirma mudanças nos exames do 6.º ano.

Numa primeira fase vão participar no projecto 40 alunos do concelho
Foto
Por causa da Páscoa, o 3.º período de aulas vai ser mais curto Foto: Nelson Garrido

As férias do Natal irão ser mais longas no próximo ano lectivo: em vez das habituais duas semanas, vão prolongar-se por três.

Segundo a proposta de calendário escolar enviada pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC) à Federação Nacional de Professores, as aulas terminarão no dia 13 de Dezembro, uma sexta-feira, e só recomeçarão no dia 6 de Janeiro. Por norma, as aulas do 2.º período têm-se iniciado a 3 de Janeiro, um dia que em 2014 calha a uma sexta-feira.

Devido ao facto de a Páscoa se celebrar a 20 de Abril (este ano foi a 31 de Março), o calendário escolar voltará a ser também desequilibrado no que respeita à duração dos períodos de aulas, com o 2.º período a estender-se por mais de três meses e o 3.º a ficar reduzido a pouco mais de 30 dias úteis. Tanto o Conselho das Escolas como a Federação Nacional de Professores têm alertado que situações como esta prejudicam os alunos e as suas hipóteses de recuperação, defendendo em alternativa que o calendário escolar deveria ser autónomo dos feriados religiosos, para evitar estas flutuações.

O fim das aulas em 2014 acontecerá a 6 de Junho para os alunos dos anos com exames (6.º, 9.º, 11.º e 12.º) e a 13 para os restantes. Os estudantes do 4.º e 6.º ano que chumbarem nos exames poderão ter, caso os encarregados de educação o pretendam, um prolongamento de aulas até 4 de Julho para se prepararem para a 2.ª fase, que se realizará a 9 e 16 deste mês. A primeira decorrerá em Maio.

A possibilidade de se repetir os exames em caso de chumbo e de existir neste caso um período extra de aulas já será dada este ano aos alunos do 4.º ano. A proposta de calendário escolar confirma que em 2014 será alargada aos do 6.º, conforme já anunciado pelo MEC.

Por essa razão, a 1.ª fase das provas de Português e Matemática deste nível de escolaridade será também antecipada de Junho para Maio, como sucederá já no próximo mês com os alunos do 4.º ano. Segundo o ministério, com a antecipação destes exames pretende-se garantir a possibilidade de recuperação dos alunos que revelem dificuldades.

Outra das novidades do calendário escolar para 2013-2014 é o de integrar já as datas em que serão realizados os exames e afixadas as notas, o que só costuma ser divulgado a meio do ano lectivo. No 3.º ciclo e secundário, os exames realizar-se-ão ente 17 e 26 de Junho de 2014 e as pautas serão afixadas, respectivamente, a 14 e 11 de Julho.