Presidente da Câmara de Setúbal vai reunir-se com o MAI por causa de incidentes na Bela Vista

O encontro é na segunda-feira.

Foto
Carros e agentes da PSP na madrugada deste domingo, em Setúbal Miguel Madeira

Esta reunião surge depois de ter havido tumultos no bairro da Bela Vista, com dezenas de jovens a incendiarem caixotes do lixo e a arremessarem pedras contra a polícia no sábado, à noite, horas depois da morte do jovem, que seguia numa mota e não respeitou as ordens de paragem dadas pela polícia.

“A autarquia considera que é imprescindível que sejam iniciadas com toda a celeridade as investigações necessárias ao cabal esclarecimento de todas as circunstâncias em que ocorreu o falecimento do jovem”, lê-se num comunicado, em que a Câmara de Setúbal “repudia todos os actos de vandalismo e destruição de equipamentos urbanos registados” no sábado.

A Câmara compromete-se ainda com a “constante melhoria das condições em que se vive nos vários bairros sociais de Setúbal”.

O bairro da Bela Vista voltou a ser notícia neste fim-de-semana, com a acção da PSP a estar no centro da contestação de moradores, que acusam os agentes policiais de serem os responsáveis pela morte de um jovem de 18 anos.

A PSP já admitiu que foram disparados tiros de “intimidação”, com balas de borrachas.