Derrame de líquido perigoso em fábrica de Benavente faz 14 feridos ligeiros

Material é altamente corrosivo e irritante. Sete pessoas foram levadas para o hospital e as restantes foram assistidas no local.

O derrame de uma pequena quantidade de um líquido altamente perigoso numa fábrica localizada em Porto Alto, freguesia de Samora Correia, concelho de Benavente, provocou, na manhã desta quinta-feira, ferimentos em 14 trabalhadores, todos sem gravidade.

De acordo com o comandante distrital de operações de socorro de Santarém, Rui Natário, o derrame ocorreu numa empresa que produz e armazena produtos médicos e hospitalares. Sete pessoas foram levadas para o hospital de Vila Franca de Xira com irritações nas vias respiratórias e nos olhos, e outras sete foram apenas assistidas no local pelos bombeiros e pelo INEM. “Nenhuma das vítimas tem ferimentos graves”, afirma.

O produto, designado metiletilcetona, é “extremamente corrosivo, reactivo e inflamável”, explica o comandante. Trata-se de um material altamente irritante em caso de ingestão, inalação ou contacto com os olhos e a pele.

O líquido estaria num pequeno frasco que se partiu. A quantidade de líquido derramado será equivalente a “uma garrafa pequena de um refrigerante”, cerca de 25 centilitros, de acordo com Rui Natário. O derrame ocorreu “numa área muito limitada”, que foi já arejada. Por volta do meio-dia, a fábrica já tinha retomado a laboração, de acordo com o comandante.

O PÚBLICO tentou contactar a empresa PMH, para obter mais informações, mas não foi possível até ao momento. O alerta para a Protecção Civil foi dado às 9h26 e ao local deslocaram-se os bombeiros e o INEM.