Javier Saviola considera que o FC Porto tem "muita intensidade"

O argentino alerta para o facto de os "dragões" serem um adversário "muito difícil de derrotar" no Estádio do Dragão. Duda lembra que "havia adversários mais acessíveis" no sorteio.

Saviola alerta para a qualidade do FC Porto
Foto
Saviola tem-se destacado no ataque do Málaga John Nazca/Reuters

O avançado argentino Javier Saviola, antigo jogador do Benfica, considera que o FC Porto será um adversário complicado para o Málaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

“No seu campo é muito difícil de derrotar, porque é um adversário muito físico e que tem muita intensidade, além de ritmo [forte]. Vai ser um adversário difícil de derrotar e que nos vai dificultar muito”, disse “El Conejo”, que jogou durante três temporadas no Benfica.

Contudo, Saviola lembrou que jogar a segunda mão em casa “é sempre importante”.

Por seu lado, o português Duda admitiu que os jogadores do Málaga preferiam não jogar com o FC Porto, porque “havia equipas mais acessíveis”, embora tenha lembrado que o clube espanhol está “por mérito próprio” nos oitavos-de-final.

O guarda-redes argentino Willy Caballero lembrou a “muita história” do FC Porto nas competições europeias, mas mostrou-se “contente” com o sorteio, apesar de o campeão luso ter feito uma “boa primeira fase [na Liga dos Campeões] e estar muito bem na Liga portuguesa”.

Apesar de também se dizer feliz com o sorteio, o médio Joaquin reconheceu que o FC Porto “pode ser o adversário mais difícil que podia ter saído”, porque “joga bom futebol, sai em contra-ataque com velocidade e tem jogadores de qualidade”.