Liga dos Campeões

Jorge Jesus antecipa Celtic à defesa na Luz

O treinador do Benfica garante que a equipa está preparada
Fotogaleria
O treinador do Benfica garante que a equipa está preparada Álvaro Isidoro/AFP
Fotogaleria
O treinador do Benfica garante que a equipa está preparada Álvaro Isidoro/AFP

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, espera um Celtic defensivo na visita à Luz, em jogo da quinta jornada do Grupo G da Liga dos Campeões.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo com os escoceses, o técnico referiu que acredita que o Celtic “tem um plano A para ser uma equipa mais equilibrada do ponto de vista defensivo, porque sabe que o empate serve para praticamente garantir o apuramento”, mas garantiu que o Benfica está “preparado para qualquer estratégia” do adversário.

“É verdade que, do ponto vista defensivo, o Celtic vai apresentar-se num bloco mais baixo. Não vão defender tão atrás, porque nós não temos a capacidade de posse de bola do Barcelona, que é única no mundo. Em grande parte do jogo, vai ser um Celtic com boa organização defensiva e tentando aproveitar as bolas paradas. Vão sentir que essa é umas das possibilidades que vão ter de nos surpreender”, disse.

Jorge Jesus considerou ainda que “o Celtic, neste grupo, tem sido uma surpresa, porque a vitória contra o Barcelona mexeu com as contas todas”. “Mas não é uma surpresa pelo valor que tem mostrado. Neste momento, é a equipa que corre com mais possibilidades para ser apurada”, afirmou Jesus, que colocou os “católicos”, o Benfica e o Spartak Moscovo como equipas com valor semelhante.

De acordo com Jesus, na terça-feira, o Benfica “tem uma hipótese de poder ter a ambição de passar, vencendo o Celtic”, uma equipa que “é tão forte em casa como fora, embora um pouco melhor em casa, porque tem um ambiente fantástico em Glasgow”.

Jorge Jesus deixou ainda elogios aos médios Matic e Enzo Pérez, dois jogadores que não iniciaram a época a titulares, mas “têm feito os posicionamentos com muito valor, com alguma surpresa para algumas pessoas”. “Com o tempo, com as rotinas, com a confiança, tanto um como o outro têm vindo a estar melhores. O Matic, jogando numa posição mais defensiva, tem muita capacidade de saída e tem muita qualidade, que não treme quando em pressão. Foi uma questão de valorizarmos o que ele pode fazer. É um jogador que tem correspondido e surpreendido”, referiu.

Em relação ao “onze” que vai apresentar na Luz, Jesus deu a entender que poderá jogar com Rodrigo e Cardozo na frente, por ser o jogo do “tudo por tudo”. “O Luisão não jogava há dois meses. Foi muito importante regressar, mas jogar com o Moreirense não é a mesma coisa do que com o Celtic, não teve tantas questões como terá amanhã [terça-feira]”, considerou.

O Benfica ocupa o terceiro lugar do Grupo G da Liga dos Campeões com quatro pontos, menos três do que o Celtic e menos cinco do que o Barcelona, enquanto o Spartak Moscovo é último, com três.

Sugerir correcção