Berta Cabral demarca-se de Passos Coelho: “Não nasci ontem para a política”

Berta Cabral: "As pessoas sabem a minha sensibilidade para as questões sociais"
Foto
Berta Cabral: "As pessoas sabem a minha sensibilidade para as questões sociais"

Berta Cabral, líder do PSD Açores e candidata à presidência do Governo Regional demarcou-se completamente de Passos Coelho, recusando mesmo qualquer comparação com o presidente do partido.

Numa entrevista à RTP-Açores, a antiga presidente da Câmara de Ponta Delgada lembra que tem um passado político, que não chegou ontem ao palco político e garante ter sensibilidade social.

“Alguém me acha parecida com o dr. Passos Coelho? Alguém acha que tenho um passado que leve as pessoas a pensarem que sou igual ao dr. Passos Coelho?”, questionou.

“Eu tenho um passado. Eu não nasci ontem para a política. As pessoas conhecem a minha obra social feita até agora. As pessoas sabem a minha sensibilidade para as questões sociais. (…) Nunca virei a cara a esses problemas”, acrescentou na entrevista à RTP-Açores na passada quinta-feira à noite.

Berta Cabral diz que “até fica mal” as pessoas associarem-na às medidas de austeridade do Governo. E se, durante a campanha eleitoral açoriana, a lembrarem de que pertence ao mesmo partido de Passos Coelho, Berta Cabral tem resposta pronta: “Os Açores são os Açores, Lisboa é Lisboa. Não tenho medo de dizer a Lisboa ‘não’. Não tenho medo de brigar com o dr. Passos Coelho. Já o fiz.”

As eleições regionais dos Açores estão marcadas para 14 de Outubro e até agora o gabinete de Pedro Passos Coelho ainda não revelou se ele terá alguma participação na campanha do PSD dos Açores.

Sugerir correcção