Uma bomba com a cara de Hulk nas instalações do Zenit

Foto
Hulk continua a ser alvo de críticas Foto: Marcelo del Pozo/Reuters

Um segurança do centro de treinos do Zenit encontrou quinta-feira um objecto semelhante a uma carga explosiva com a fotografia do futebolista Hulk, informa nesta quinta-feira a imprensa russa.
Segundo a agência Interfax, o segurança teria telefonado para as autoridades policiais às 22h de quinta-feira (19h em Lisboa) depois de ter encontrado à entrada do centro de treinos do clube um saco, de onde saíam fios eléctricos colocados com fita-cola.

Ao local deslocaram-se agentes e sapadores de várias forças de segurança, entre os quais do Serviço Federal de Segurança (KGB, FSB) da Rússia.

Aberto o saco, os sapadores encontraram um mecanismo feito com pilhas, um relógio e uma pequena vasilha de gás, fios metálicos e fita-cola.

Agentes da polícia, citados pelo jornal electrónico Fontanka, afirmaram tratar-se de um engenho explosivo clássico de fabrico caseiro.

Segundo as mesmas fontes, no saco foi também encontrada uma fotografia de Hulk, avançado brasileiro do Zenit, que tinha escrito no verso “Hulk não existe!”.

O salário que o antigo jogador do FC Porto vai ganhar no Zenit provocou descontentamento entre alguns jogadores da equipa, que se recusaram a jogar: Kerzhakov e Denissov.

Os dois jogadores foram despromovidos à equipa B, tendo Kerzhakov regressado à equipa principal depois de uma conversa com o treinador.