Supertaça

Casillas considera vitória merecida, Vilanova orgulhoso

Cristiano Ronaldo durante o jogo em Madrid
Foto
Cristiano Ronaldo durante o jogo em Madrid Foto: Dani Pozo/AFP

Casillas, guarda-redes e “capitão” do Real Madrid, elogiou o número um do FC Barcelona, Valdés, que esteve “nota dez”, mas considerou que o Real mereceu ganhar a Supertaça espanhola de futebol.

A equipa de José Mourinho derrotou o rival catalão por 2-1 no jogo da segunda mão da Supertaça espanhola. Na primeira mão, há uma semana, o Real tinha perdido em Camp Nou por 3-2, mas nesta quarta-feira o Barcelona foi incapaz de segurar Cristiano Ronaldo – marcou o segundo golo – e companhia. Os campeões espanhóis bateram agora os catalães e deram a volta ao marcador da eliminatória, conquistando a Supertaça.

“Dominámos a primeira parte e o jogo, em geral, e merecemos a vitória. O FC Barcelona chegou pouco à nossa baliza, mas com perigo. Tem uma grande equipa e demonstrou grande profissionalismo, ao ficar no centro do campo no final”, disse o guarda-redes.

Por seu lado, o treinador do Barcelona afirmou que, apesar da derrota, este era um dos dias em que sentia mais orgulho da equipa, que actuou com dez unidades desde os 28 minutos (expulsão de Adriano), numa altura em que já perdia por 2-0.

“Nos primeiros minutos, o Real Madrid criou oportunidades por falhas nossas e marcou dois golos. Mas, com a segunda parte que fizemos, hoje é um dos dias em que sinto mais orgulho desta equipa. Com dez, tivemos cinco ocasiões claras”, referiu Tito Vilanova.

Já Xavi, “capitão” do Barcelona, estava também orgulhoso com o comportamento da equipa: “Com dez, mostrámos a nossa personalidade e, no final, podíamos ter ganho a Supertaça.”

Sugerir correcção