FC Porto

Vítor Pereira exige aos jogadores “comportamentos de campeão”

Foto
Foto: Miguel Riopa/AFP

Na antevisão do jogo do próximo sábado, frente ao V. Guimarães, o treinador do FC Porto falou na necessidade de corrigir as falhas cometidas diante do Gil Vicente, mas nada adiantou sobre eventuais alterações no “onze” inicial.

“Faltou-nos intensidade, agressividade, fomos previsíveis na circulação de bola”, recordou Vítor Pereira, referindo-se ao empate (0-0) em Barcelos, na primeira jornada da Liga. Sobre as críticas que dirigiu à equipa de arbitragem, salvaguardou que não quis pôr em causa as intenções de Duarte Gomes, mas que mantém a sua posição: “Referi essas duas grandes penalidades que não foram assinaladas, porque acho que foram mesmo grandes penalidades”.

De resto, o técnico campeão nacional preferiu centrar as atenções no adversário de sábado (“É uma equipa a jogar com linhas bem próximas, a sair rápido na frente”) e, essencialmente, na prestação do FC Porto: “Há que melhorar o comportamento da equipa”, vincou. Isso passa por mexer no “onze”? “Vão ter de esperar para ver. O mínimo que se pode exigir da nossa equipa é que tenha comportamentos de campeão”.

Se assim for, o FC Porto estará mais perto de repetir o êxito da época passada na Liga. Para já, porém, Vítor Pereira considera que é prematuro estar a discutir qual dos candidatos ao título está em melhor momento: “Temos de provar que somos melhores, mas é em campo. E prová-lo todos os dias, com resultados. E no final vê-se qual a equipa que provou ser a melhor”.

Sugerir correcção