Futuro rei irá manter-se à frente do Ministério da Defesa e ocupará o cargo de vice-primeiro-ministro

Salman bin Abdulaziz foi nomeado príncipe herdeiro da Arábia Saudita

Príncipe Salman foi governador da capital saudita, Riad, desde a década de 1960
Foto
Príncipe Salman foi governador da capital saudita, Riad, desde a década de 1960 Saudi Press Agency/Reuters

O rei Abdullah da Arábia Saudita nomeou o príncipe Salman bin Abdulaziz como príncipe herdeiro e seu sucessor, após a morte, no sábado, do príncipe Nayef ben Abdel Aziz, aos 78 anos.

A nomeação já era aguardada e foi oficializada nesta segunda-feira pelo rei Abdullah, de 88 anos. Salman bin Abdulaziz é meio-irmão do rei, tem 76 anos e ocupa agora a primeira posição na linha de sucessão, tendo sido também nomeado vice-primeiro-ministro, mantendo-se também à frente do Ministério da Defesa da Arábia Saudita.

Governador da cidade de Riad durante várias décadas, Salman bin Abdulaziz é o segundo a ser nomeado príncipe herdeiro da Arábia Saudita em oito meses, uma vez que Nayef passou a ser o herdeiro da coroa saudita em Outubro, após a morte do seu irmão mais velho, o príncipe Sultan.

O rei Abdullah também nomeou outro meio-irmão, o príncipe Ahmed ben Abdel Aziz, para o cargo de ministro do Interior, que era ocupado por Nayef, cuja morte foi confirmada no passado sábado, na Suíça, na sequência de problemas cardíacos.

Salman bin Abdulaziz tem sido considerado mais pragmático e liberal do que Nayef, que vários analistas definiram como mais conservador e crítico de qualquer forma de oposição à monarquia saudita que gere os destinos do maior exportador de petróleo do mundo.

A nomeação do príncipe Salman foi noticiada pela televisão estatal saudita depois de ter sido oficializada por decreto. O futuro rei da Arábia Saudita deverá dar continuidade às alianças com vários países ocidentais e com os países maioritariamente sunitas da região.