Foto

Ele ganhou o concurso e fez um videoclip para os Magnolius

Nuno Barbosa é o autor do vídeo da música "Selaron", dos Magnolius. Por detrás de um simples concurso de "videoclips" está uma história de bons acasos e um prémio especial

Nuno Barbosa é realizador e "motion designer". Vive em Aveiro, é licenciado em Design Gráfico, concluiu o mestrado em Comunicação Multimédia - Audiovisual e, para além dos vídeos que já realizou para "John Waynes", "Os Tornados", "Underdogs", "Rouge" e "Lazy Lizard", também participa em concursos internacionais promovidos por bandas que querem encontrar o "videoclip" perfeito para uma música que ainda não o tenha. Foi o caso dos vídeos que realizou no âmbito de concursos organizado por músicos como "Moby" ou "Juni".

Foi neste sentido que Nuno Barbosa recebeu um convite para fazer um vídeo para a música "Selaron" da banda canadianaMagnolius. "Na altura, quando recebi o convite, estava bastante ocupado a fazer outras coisas e não podia iniciar mais um projecto", confessa ao P3.

Passaram alguns dias, quando recebeu uma notificação dos Magnolius a avisar que o prazo para o concurso iria terminar dali a três semanas e naquele instante "algo me dizia para participar, tinha que fazer alguma coisa", lembra Nuno Barbosa. Foi quase por acaso que decidiu participar no concurso "Magnolius Music Video Contest". 

O designer e realizador português descobriu que "Selaron" é o nome de uma escadaria feita de mosaicos no Rio do Janeiro e também o apelido de Jorge Selaron, chileno, pessoa que a construiu. Os Magnolius (Shan Vincent de Paul e Derek DaCosta) fizeram, em 2008, uma digressão pelo Brasil, quando conheceram Jorge Selaron e a sua obra. Ficaram interessados na história que está por detrás da escadaria: todas as cores utilizadas nos azulejos, construídos peça por peça, significam a união e sintonia de vários povos e raças. Algo que foi utilizado metaforicamente na letra de "Selaron".

PÚBLICO -
Foto

Um outro acaso surge quando Nuno Barbosa estava à conversa com o amigo Jorge Gonçalves, que vive em São Paulo, e que iria ao Rio de Janeiro dali a uma semana. "O meu amigo arranjou uma câmara de filmar e conseguiu encontrar-se com Jorge Selaron", conta. Este encontro resultou numa mensagem de agradecimento que Selaron enviou para a banda Magnolius e que está incluída no vídeo de Nuno Barbosa.

PÚBLICO -
Foto

O processo parece simples, mas o amigo do realizador não tinha como enviar esta gravação, porque o ficheiro era demasiado pesado, e regressou a São Paulo para conseguir enviá-lo. "Recebi o ficheiro um dia antes do concurso terminar", diz Nuno Barbosa.

Do Brasil para Aveiro

A realização do "videoclip" durou três semanas e consistiu na introdução de elementos visuais, marcados pelo compasso da música, que se transformam de acordo com a letra. Nuno Barbosa desenhou (graficamente) cada mosaico, que encaixou em vários locais filmados em Aveiro, "vazios e despidos de beleza", de forma a "vitalizar esses lugares com a energia da música".

O último acaso aconteceu no momento em que Nuno Barbosa foi anunciado vencedor. Após a confirmação que o realizador tinha ganho o prémio simbólico de 1000 dólares e o reconhecimento como realizador do "videoclip" oficial de uma música dos Magnolius, a banda marcou o lançamento para o dia 24 de Abril, às 19h00, horário de Toronto, o que corresponde à meia noite do dia 25 de Abril em Portugal. Em ponto.

Sugerir correcção