Liga Europa

Vítor Pereira: “Ganhar a eliminatória” sem tirar “coelhos da cartola”

O treinador do FC Porto quer seguir na Liga Europa
Foto
O treinador do FC Porto quer seguir na Liga Europa Foto: Hugo Correia/Reuters

O treinador do FC Porto quer “ganhar a eliminatória” da Liga Europa, contra o Manchester City, através da consistência e qualidade da equipa.

“Amanhã [quarta-feira] de certeza de que vamos ver um jogo equilibrado, em que há um pormenor ou outro para corrigir da nossa parte”, admitiu Vítor Pereira.

Porém, porque diz não acreditar nem “em passes mágicos nem em coelhos da cartola”, quer vencer mantendo a identidade e a forma de jogar da equipa. “Acredito na consistência do trabalho e na qualidade da equipa”, vincou, na véspera da segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa.

A estratégia será, adiantou o técnico, “procurar ter bola” para criar situações de golo e depois defender da forma como FC Porto costuma fazer, “com transições agressivas”. “O objectivo é estar ao nosso melhor nível, fazer um grande jogo para discutir a eliminatória e passar à fase seguinte”, antecipou o técnico dos portistas, detentores do troféu.

Hulk reconhece “situação difícil”

Por seu lado, o avançado Hulk reconheceu que o FC Porto está numa “situação difícil” após a derrota no primeiro jogo contra o Manchester City, mas acredita na vitória.

Falhada uma das prioridades da época, que era continuar na Liga dos Campeões, o brasileiro admite que os azuis e brancos estão “numa situação difícil, num estádio difícil, contra uma equipa bastante difícil [Manchester City]”.

Mesmo assim acredita que é possível “dar a volta” à desvantagem criada pela derrota por 2-1 no Estádio do Dragão, na primeira mão. “Vamos tentar chegar bem amanhã para poder dar a volta ao resultado e continuar na Liga Europa”, afirmou.

Na primeira mão, os “dragões” perderam por 1-2 no Estádio do Dragão, com golos de Álvaro Pereira (na própria baliza) e Aguero, contra o golo inaugural de Varela.

Os portistas não poderão contar com Álvaro Pereira (suspenso), Marc Janko (não inscrito), Danilo e Mangala (lesionados), mas foram reforçados com o júnior Tomás Podstawski, que marca a estreia do internacional português sub-17 entre os eleitos.

A ausência do avançado austríaco Janko, confiou o treinador, “muda um bocadinho a dinâmica na frente”, mas, mesmo assim, está confiante num “FC Porto de qualidade”.

A partida, que será arbitrada pelo alemão Wolfgang Stark, está agendada para as 17h (SP-TV1) no City of Manchester Stadium.

Notícia actualizada às 19h03