Futebol internacional

Fernando Couto deixa o Sp. Braga para ser treinador na Liga indiana

Couto ruma à Índia
Foto
Couto ruma à Índia Foto: DR

O director desportivo do Sporting de Braga, Fernando Couto, é uma das cinco antigas “estrelas” de futebol convidadas pela federação da Índia para treinar clubes daquele país.

O antigo internacional e actual embaixador da selecção nacional irá deixar nos próximos o cargo que ocupa no Sporting de Braga e iniciará, muito em breve, a sua primeira experiência como treinador num dos clubes de Calcutá, num campeonato onde jogadores como Fabio Cannavaro, Robert Pires, Robbie Fowler e Hernan Crespo regressarão ao activo.

Em declarações à agência Lusa, Fernando Couto mostrou-se feliz pela passagem pelo Minho: “Passei dois anos fantásticos em Braga, tendo participado na construção de uma das páginas mais prestigiantes da história do clube”. “Guardo, por isso, um tremendo orgulho em tudo o que ali vivi, mas sempre tive – e nunca o escondi – a ambição de assumir a carreira de treinador”, confessou.

O convite às cinco “estrelas” é uma aposta forte dos responsáveis pelo futebol indiano, que contarão com os antigos internacionais (o “Bola de Ouro” italiano Canavarro, o francês Pires, o inglês Fowler e o argentino Crespo) para valorizar uma liga que pretende afirmar-se internacionalmente. “Trata-se de um convite prestigiante e uma oportunidade de aplicar no terreno todos os conhecimentos que adquiri ao longo da minha carreira”, disse Fernando Couto, que possui o nível máximo de competências para treinadores, reconhecido pela UEFA.

Segundo o antigo jogador, trata-se de um “desafio enorme”, mas revela estar preparado “e com vontade de ajudar a desenvolver todas as estruturas de base no futebol indiano”. Sobre a sua saída do cargo que exercia em Braga, deixa antever: “Quem sabe, talvez um dia possa regressar a Braga, noutras funções”.

Fernando Couto assumiu, a 19 de Junho de 2010, após 21 anos de carreira como jogador, o cargo de director desportivo do Sporting de Braga, participando na afirmação do clube como um candidato crónico aos primeiros lugares do campeonato e conquistando um lugar na final da Liga Europa da época passada.

Enquanto jogador, retirou-se em 2007-08, deixando para trás uma carreira sublinhada pelo êxito, nacional e internacional, reconhecido nos diversos campeonatos, equipas e selecções por onde passou. Fernando Couto sagrou-se campeão em Portugal (FC Porto), Espanha (Barcelona) e Itália (Lazio), e vestiu a camisola da selecção em 110 ocasiões.

Sp. Braga agradece a Couto

“O Sporting de Braga foi informado por Fernando Couto da sua pretensão em seguir um rumo novo e abraçar um desafio diferente e que para isso teria que partir. Em 2010, Fernando Couto foi convidado a integrar a estrutura deste clube, no desempenho das funções de ‘manager’. A aposta, que surpreendeu muita gente, veio a provar ter sido a acertada”, pode ler-se num comunicado enviado à agência Lusa.

O clube nota que no desempenho das suas funções, o antigo internacional português “deixou vincadas as virtudes que lhe foram e serão sempre reconhecidas: o empenho, o profissionalismo e a determinação”. Fazendo desejos de “sucesso” para o novo desafio, os responsáveis bracarenses consideram que Fernando Couto já “faz parte da história do Sporting de Braga e de uma das páginas mais brilhante dos mais de 90 anos de existência deste clube”, numa referência implícita à presença inédita numa final europeia (Liga Europa), perdida para o FC Porto, em Maio de 2011.