Escolhida entre 36 mil votantes

TAP é a melhor companhia europeia para os leitores da revista Global Traveler

TAP está em vias de privatização
Foto
TAP está em vias de privatização Foto: Pedro Cunha

A TAP foi eleita pelos leitores da revista de turismo Global Traveler a melhor companhia aérea da Europa. Esta foi uma de 66 categorias votadas por 36 mil pessoas e que premeiam desde transportadoras a hotéis, spas ou cidades em todo o mundo.

A Global Traveler é uma revista mensal, publicada nos Estados Unidos desde 2004, com uma circulação mensal de 105.201 exemplares, de acordo com os números de Junho de 2011 da entidade que verifica a circulação da imprensa naquele país, o Audit Bureau of Circulations.

A transportadora portuguesa foi ainda reconhecida com o prémio de “Melhor vinho tinto servido em Classe Executiva Internacional”, uma escolha que partiu da própria revista e feita já fora do círculo de votação dos leitores da publicação de viagens norte-americana.

A Singapore Airlines foi eleita a melhor companhia do mundo, a Emirates recebeu a distinção de melhor transportadora em primeira classe e, na categoria de melhor companhia em transporte em classe executiva, foi a British Airways que recebeu o maior número de votos (não revelados individualmente para cada categoria).

A American Airlines, que há dias anunciou um plano de reestruturação contra a falência, ganhou na categoria de melhor transportadora interna (nos Estados Unidos) em viagem em primeira classe.

Nas 34 categorias relativas a companhias de aviação (de transporte colectivo, privado), oito são europeias, contabilizando já as categorias onde, à partida, só poderiam ser escolhidas empresas europeias (o inquérito divide-se por geografias, por exemplo, entre melhor companhia da Europa, da América Central e do Sul, do México, da Austrália e Nova Zelândia, do Pacífico Sul, de África, do Médio Oriente ou do Norte e Sul asiáticos).

A TAP, em vias de privatização, reagiu neste sábado a este reconhecimento, sublinhado num comunicado citado pela Lusa a particularidade de que quem vota nesta eleição é passageiro frequente das transportadoras nomeadas. “O concurso está desde logo vedado à participação dos trabalhadores da Global Traveler ou dos membros da indústria de viagens e turismo, que por conseguinte não podem concorrer ao mesmo”, sublinha a transportadora aérea portuguesa.

Para além das europeias TAP e British Airlines, a também britânica Virgin Atlantic Airways foi a eleita pelo melhor design interior em classe executiva, a Swiss International Air Lines escolhida pelo melhor design em primeira classe, a Scandinavian Airlines (Noruega, Suécia e Dinamarca) vencedora na categoria de melhor companhia económica, a alemã Lufthansa arrecadou o prémio de melhor transportadora transatlântica, a italiana Alitalia venceu pela melhor cozinha e a Air Partner na categoria de melhor jato privado.

A África do Sul foi eleita o melhor destino internacional, Filadélfia, nos Estados Unidos, a melhor cidade norte-americana de negócios e Barcelona a melhor cidade internacional pela mesma razão.

Sugerir correcção