"Foi um Porto à Porto aquele que jogou em Coimbra", congratula-se Vítor Pereira

Foto
Vítor Pereira mostrou-se satisfeito com a exibição da sua equipa Jose Manuel Ribeiro/Reuters (arquivo)

"Foi um jogo sério, tranquilo, seguro, à Porto. Foi um FC Porto igual a si próprio. Trabalhamos sempre para ganhar todos os jogos e hoje não fugimos à regra. Controlámos completamente a partida e estou contente com o resultado. O Walter esteve bem, assim como o resto da equipa. Vamos ver se será uma aposta para manter. Agora, a paragem do campeonato que vai seguir-se vai permitir corrigir algumas coisas na equipa. Quando ao elogio que recebi do presidente do Benfica Luís Filipe Vieira durante a semana, considero que não é serio, mas folclore", analisou Vítor Pereira no "flash Interview" no final do encontro.

Menos satisfeito, Pedro Emanuel, assumiu uma estratégia errada: "Houve um pouco das duas coisas: FC Porto a mais e Académica a menos. A minha estratégia para este jogo não se traduziu naquilo que pretendiamos. Assumo as responsabilidades, essencialmente do que aconteceu na primeira parte. Assumi uma estratégia que não foi a ideal. Mas temos uma equipa bastante jovem e com muita qualidade e vamos recuperar já no próximo jogo. Enfrentámos o campeão nacional e nós tentámos responder com as nossas próprias armas, mas não conseguimos. Trabalhámos bastante, mas sem sempre da melhor maneira."

Já Walter, autor do primeiro golo do FC Porto, mostrou-se animado com esta estreia como titular, rendendo o lesionado Kláber. "O grupo ajudou-me para aproveitar este momento. O mais importante foi a vitória. Temos muitos jogadores bons e eu também estou aqui para ajudar a equipa", referiu.