Legislativas

José Manuel Coelho quer “varrer deputados corruptos” da AR

O vice-presidente do Partido Trabalhista Português, José Manuel Coelho, afirmou hoje no Porto que o PTP quer eleger um grupo parlamentar nas “legislativas” de 5 de Junho e “varrer os deputados corruptos do sistema”.

“Achamos que temos de dar uma vassourada no país e correr com os deputados corruptos do sistema que estão na Assembleia da República”, disse José Manuel Coelho à agência Lusa, à margem da apresentação dos candidatos do PTP pelo distrito do Porto.

O ex-candidato a presidente da república e cabeça de lista do PTP pelo círculo da Madeira fez a apresentação dos candidatos junto à entrada principal do Mercado do Bolhão empunhando uma vassoura.

Reconhecendo José Manuel Coelho, uma transeunte perguntou-lhe para que era a vassoura.

“Vou varrer os corruptos que estão da Assembleia da República”, disse, respondendo-lhe a mulher que a vassoura “havia de ser maior”.

José Manuel Coelho salientou que a mensagem do PTP “é inovadora” e contra “os partidos dos grandes senhores do dinheiro, que não têm outra saída que não aceitar as imposições do FMI”.

“Dar uma maioria clara a um desses grandes partidos é apertar ainda mais a corda ao pescoço. Os partidos do sistema são subservientes, são os chamados bons alunos de Bruxelas. O que queremos contrapor é que não devem ser os trabalhadores portugueses a pagar a dívida, mas sim quem roubou, os grandes patrões e os grandes bancos”, realçou.

O vice-presidente do PTP defendeu que as parcerias público-privadas feitas para as grandes obras públicas “têm todas de ser renegociadas”, porque foram “acordos ruinosos para a economia” do país.

José Manuel Coelho aderiu ao PTP “simbolicamente” em 12 de Março, dia das manifestações da “Geração à Rasca”, tendo sido nomeado pouco tempo depois vice-presidente do partido.

O PTP, presidido por Amândio Madaleno, cabeça de lista por Lisboa, foi fundado em 2009 por dirigentes de sindicatos independentes, tendo recebido nos últimos meses adesões de madeirenses apoiantes de José Manuel Coelho e de manifestantes da “Geração à Rasca”.

“Temos no Porto uma equipa de luxo, de jovens formados”, afirmou José Manuel Coelho, realçando que o partido quer eleger neste distrito “vários deputados”, para “limpar aquela imundice e pôr lá [na AR] gente decente”.

O PTP apresenta dois jovens como cabeças de listas pelo Porto e Braga, respectivamente, Paulo Reis, gestor de empresas, e Ilda Dias, professora.

O Partido Trabalhista vai concorrer a todos os círculos eleitorais, excepto Viana do Castelo e Fora da Europa, estando ainda a aguardar resposta a um recurso à rejeição da candidatura por Faro, por alegada entrega fora de prazo.