A última pose de Marilyn Monroe em Cascais

Foto

"A Última Sessão, Marilyn Monroe, Bert Stern" vai ser apresentada pela Fundação D. Luís I, de 4 de Junho a 17 de Julho

Terá sido o último "hurrah" de uma era, numa altura em que o fim estava no horizonte: em Roma, nos estúdios da Cinecittà, Elizabeth Taylor era um pavão a mostrar pela última vez o fulgor ("Cleópatra"), e em Hollywood Marilyn Monroe mergulhava nua para dentro de uma piscina, na rodagem de "Something's Got to Give" - mas era despedida.

Não estava tudo acabado para ela, ainda, mas estava a acabar. Seis semanas antes de ter sido encontrada morta, a 4 de Agosto de 1962, aos 36 anos, Monroe esteve com o fotógrafo Bert Stern, no Hotel Bel Air, em Los Angeles, para uma série de sessões de fotografia. Alimentadas a champanhe, e encomendadas pela revista "Vogue".

Para além do Don Pérignon, Stern encheu o quarto de lenços e jóias. "Você está a pensar em algo de artístico, suponho...", ter-lhe-á perguntado, com ironia, Monroe. E estava: a nudez dela só coberta por lenços e as jóias. A disponibilidade, face ao que sabemos hoje, é de uma alegria quase sacrificial, uma última entrega.

À primeira, a "Vogue" ficou sem saber o que pensar. Pediu novas fotos, mais orientadas para o formato da moda. O encontro voltou a acontecer, com mais roupa e, de novo, uma alegria espectral. No total, resultaram 2500 imagens, que ficaram para a história como a última pose de Marilyn Monroe. Uma selecção chegou a ser publicada pela revista, pouco tempo depois da morte da actriz, e em 1992 Stern editou um livro, "The Last Sitting", com uma versão alargada da sessão, incluindo provas de contacto que Marilyn tinha riscado com um batom. É uma selecção desse livro - as 60 fotografias que Stern, hoje com 82 anos, prefere - que veremos na exposição "A Última Sessão, Marilyn Monroe, Bert Stern", apresentada em Portugal pela Fundação D. Luís I. De 4 de Junho a 17 de Julho, estará no Centro Cultural de Cascais, depois de ter passado por Paris, Rio de Janeiro, São Paulo, Seul e Nova Iorque. Em Agosto de 2012 comemoram-se os 50 anos da morte da actriz.