Futebol

Guerra aberta entre Mourinho e Valdano

Mourinho e Valdano: em guerra aberta
Foto
Mourinho e Valdano: em guerra aberta DR

Está aberta a guerra interna no Real Madrid. Depois do empate com o Almería que motivou críticas de Jorge Valdano a José Mourinho por ter deixado Benzema, um avançado, no banco, o técnico português respondeu ao argentino. Em Espanha, diz-se até que Mourinho pode sair do Real no final da época.

"Não sou eu que tenho de falar de um avançado. Falei de um '9' na pré-temporada, falei em Novembro quando todos sabíamos que a recuperação de Higuaín seria demorada. E depois não falei mais. Não sou eu que mando recados. Fazem-se muitos filmes, mas não há história. Cheguei onde cheguei a pensar pela minha cabeça e já sou crescido para receber recados pelos jornais. Sou eu que faço a equipa e se tenho dúvidas, é para isso que servem os meus adjuntos", declarou Mourinho nesta quarta-feira, em conferência de imprensa.

Após o empate com o Almería, em que Kaká foi o homem mais avançado do Real, Valdano disse que tinha ficado um "9" no banco, referindo-se aos desejos antigos de Mourinho em ter mais um avançado, especialmente depois da lesão grave de Higuaín, ficando Benzema como o único ponta-de-lança disponível no plantel - Mourinho gosta do francês, mas diz que ele não tem fome de golos.

É indesmentível que o clima é tenso nos bastidores "merengues". Mourinho tem chocado várias vezes com Valdano e com o presidente Florentino Peréz. O jornal "As" diz mesmo que Mourinho estará a pensar em sair do Real no final da temporada, por entender que o clube não tem uma estrutura adequada e que "nem todos remam no mesmo sentido".

Mourinho estará também insatisfeito com a política de contratações do clube, nomeadamente por não ter contratado Fernando Llorente para não compromenter as relações com o Atlético de Bilbau, nem Hugo Almeida ao Werder Bremen. A indefinição no processo de renovação de contrato com Pepe também será um dos motivos de choque entre Mourinho e a direcção do clube.

O "As" acrescenta que não faltarão interessados em contratar Mourinho, que está vinculado ao Real até 2014. Inter de Milão, Manchester City e Manchester United são apontados como potenciais interessados.