Futebol

Adeptos contestam equipa do Sporting à chegada a Lisboa

A exibição e o resultado do Sporting na Bulgária motivaram os protestos dos adeptos leoninos
Foto
A exibição e o resultado do Sporting na Bulgária motivaram os protestos dos adeptos leoninos Stoyan Nenov/Reuters (arquivo)

Cerca de três dezenas de adeptos sportinguistas estiveram até depois das 3h da madrugada de hoje no aeroporto de Lisboa para insultar a comitiva leonina após a derrota por 1-0 com o Levski.

Segundo relata o site do jornal "A Bola", alguns adeptos fizeram questão de demonstrar o seu desapontamento com a exibição e o resultado da equipa leonina na Bulgária. O presidente José Eduardo Bettencourt, o treinador Paulo Sérgio e o jogador Maniche foram os mais visados, sendo alvos de violentos insultos.

Apesar de o Sporting já estar apurado para a fase seguinte da competição, sendo o primeiro classificado do Grupo C, a derrota em Sófia representou mais uma desilusão para os adeptos leoninos, poucas horas depois da eliminação do clube da Taça de Portugal, sábado, frente ao V. Setúbal.

A segurança foi reforçada e os insultos começaram mal José Eduardo Bettencourt e Paulo Sérgio saíram pela porta da zona de desembarques. Os jogadores também não escaparam, com o foco principal a cair sobre Maniche, que assegurou com o jogo frente ao Levski a renovação automática de contrato por mais uma temporada por ter cumprido o seu 20.º jogo oficial pelos leões, .

Costinha, director para o futebol, escapou à recepção pouco amistosa uma vez que não regressou com a comitiva sportinguista a Lisboa. Aquele dirigente seguiu directamente para Nyon, na Suíça, onde esta sexta-feira vai assistir ao sorteio dos 16 avos-de-final da Liga Europa.