Marvel conta-nos histórias de Wolverine com os primeiros escritos de um português

Foto

João Lemos torna-se o primeiro português a escrever uma história para a Marvel com "The Dust From Above"

Hoje, há quase uma embaixada portuguesa na Marvel. Primeiro foi Ricardo Tércio a inaugurar com os seus desenhos a série especial "Avengers Fairy Tales", depois João Lemos ilustrou mais um conto de fadas Marvel com Vingadores à mistura, Nuno "Plati" Alves fez o mesmo e ainda tratou da saúde a um "!Iron-Man: Titanium!" e o jovem Filipe Andrade anda a desenhar que se farta para o gigante dos "comics" norte-americanos. Agora, mais uma primeira vez: João Lemos torna-se o primeiro português a escrever uma história para a Marvel. O seu "The Dust From Above", ilustrado por Francesca Ciregia e com Emily Warren como colorista, já está online. "A Marvel investiu este ano muito nos comics online. Antecipou-se ao iPad com uma aplicação que já existia antes dele e que é hoje uma das aplicações mais conhecidas" do tablet da Apple, explica o ilustrador e argumentista João Lemos ao Ípsilon.

A BD está na web e este formato, de oito páginas, é ideal para uma história a grande qualidade gráfica. Mais tarde, ainda sem data firmada, "The Dust From Above" será editado no bom e velho papel numa história em que Wolverine, um dos mais icónicos personagens da Marvel e da sua família X (os X-Men), "é apenas o narrador - a história anda muito mais à volta do novo elenco dos X-Men", como explica João Lemos.

A oportunidade para dar o seu toque a Wolverine (em mais do que uma forma, mas lá iremos) veio por convite do editor da Marvel Michael Horwitz, que João Lemos conheceu em 2008 na sua ida à ComicCon de Nova Iorque acompanhado pelos suspeitos do costume: os igualmente bem sucedidos colegas supracitados, sob o olhar atento do videógrafo Paulo Prazeres, da Droid-ID. Lemos voltará, entretanto, a Wolverine - desta vez volta a desenhar e logo na antologia "Wolverine: The Adamantium Diaries" número 1000. A acompanhar a escrita de Sarah Cross e as cores de Chris Chuckry, Wolverine visto por Lemos sai a 2 de Fevereiro de 2011. O homem das antologias - "Mouse Guard: Legends of the Guard" é outra das suas experiências de 2010 - tem agora em mãos o projecto a solo "Heyday", continua a ilustrar as crónicas de viagem de Gonçalo Cadilhe e a observar com agrado fraterno o sucesso de Filipe Andrade. O jovem autor, outro português a cair nas boas graças dos caça-talentos da Marvel, é já um colaborador regular da editora americana que há anos tenta diversificar os seus traços com talentos globais. Dos "X-23" a Capitão América/"Nomad", passando por "Iron-Man", caber-lhe-á agora toda uma série sobre um vilão recuperado - Onslaught, entidade nascida de um dos célebres confrontos entre o yin e o yang do universo X-Men, vulgo uma luta entre o vilão Magneto e o herói Professor X. Filipe Andrade desenhará a série de quatro tomos "Onslaught Unleashed", que começam a ser publicados em Fevereiro do próximo ano.