Orçamento do Estado

Teixeira dos Santos diz que jantar da ANACOM foi promovido por "girl" nomeada por Santana Lopes

O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, afirmou hoje, em resposta ao PSD, que um jantar de 150 mil euros realizado pela Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) foi promovido por uma "girl" nomeada por Santana Lopes.

Durante o debate na generalidade do Orçamento do Estado para 2011, no Parlamento, o deputado do PSD Luís Menezes criticou gastos da ANACOM, da empresa Estradas de Portugal (EP), da Administração da Região Hidrográfica do Norte (ARHNorte) e da Associação de Turismo dos Açores com jantares, festas e serviços de consultadoria.

"Estas instituições, muitas delas desconhecidas dos portugueses, e a maioria inúteis, estão enxameadas de 'boys socialistas', que as têm usado como um verdadeiro 'bar aberto' de despesas supérfluas e desnecessárias", alegou o social-democrata.

Na resposta, o ministro das Finanças começou por afirmar que partilha essas preocupações e que não aplaude muitas vezes as decisões dos responsáveis por essas empresas.

"Falando em 'boys', o jantar da ANACOM foi, de facto, promovido por uma 'girl' nomeada pelo [antigo] primeiro-ministro Santana Lopes", acrescentou Teixeira dos Santos.

Luís Menezes tinha referido que a ANACOM gastou 150 mil euros num jantar comemorativo, 100 mil euros em "rebranding" e 20 mil em cadernos da marca Moleskine e que a ARHNorte gastou mais de um milhão de euros com "um único escritório de advogados".

O deputado e vice-presidente do grupo parlamentar do PSD apontou ainda uma verba de 196 mil euros gasta pela Associação de Turismo dos Açores na "organização de uma festa" com "disco party, welcome drink, cocktail dinatoire" e bar aberto e contestou os gastos da EP com consultadoria na área da comunicação e com a divulgação de obras de arte.

"Só estes quatro exemplos totalizam cerca de 2 milhões de euros", disse, perguntando "que tipo de medidas pretende o Governo tomar para acabar com o exagero despesista que ocorreu e continua a ocorrer durante o seu turno".

Sugerir correcção