Arcos de Valdevez

Mário Soares: “Portugal é um país com futuro”

"Portugal não é um país periférico nem pequeno", disse o histórico socialista
Foto
"Portugal não é um país periférico nem pequeno", disse o histórico socialista Daniel Rocha (arquivo)

Mário Soares afirmou hoje, em Arcos de Valdevez, que Portugal é um país com futuro” e apelou aos portugueses para terem “confiança neles próprios”, sem complexos de inferioridade.

“Portugal não é um país periférico nem pequeno. É um país de futuro, dada a sua posição geoestratégica, o prestígio que lhe confere a sua história e a área oceânica que ocupa, a maior da Europa”, referiu Mário Soares. “Os portugueses têm de ter confiança neles próprios, pelo génio do povo a que pertencem e por serem, quando querem, grandes trabalhadores”, acrescentou.

Esta foi a mensagem que Mário Soares hoje lançou à água do rio Vez, num barco de papel com o desenho da bandeira nacional, uma iniciativa integrada no programa da homenagem que lhe está a ser prestada em Arcos de Valdevez.

Os participantes na homenagem foram desafiados a lançar ao rio três soluções para o país, em pequenos barcos de papel. O barco de Fernando Nobre, candidato à Presidência da República, defendia justiça social, com distribuição equitativa da riqueza nacional entre as pessoas e as regiões, além de “justiça nacional justa e célere” e dignidade do Estado.