Algarve não teve frio mas casas na Fuzeta sentiram a força do mar

Foto
Ao contrário de anteontem, a A25 já não foi cortada pela neve Nelson Garrido

Em Olhão, os habitantes da ilha da Fuzeta viveram nos últimos dias momentos complicados, mas não se registaram vítimas dos estragos provocados pelo mar nas dez casas. Já na costa de Faro, explicou o comandante da Polícia Marítima, Marques Ferreira, cerca das 4h00 de ontem ocorreu uma forte ondulação de sudoeste, com cinco metros de altura, e uma preia-mar de marés vivas que fez com que o mar galgasse a duna e as areias invadissem a área urbana do lado nascente da praia de Faro.

Marques Ferreira acrescentou à agência Lusa que a estrada teve de ser cortada ao trânsito e que a Câmara de Faro e a Polícia Marítima estavam ontem a remover pedras, pedregulhos e areia com retroescavadoras. Também em declarações à Lusa, o presidente da autarquia, Macário Correia, admitiu que, mais do que o ímpeto do mar, a cidade estava "a sofrer as consequências de urbanização anárquica do cordão dunar desde há 50 anos".

No Centro do país, a neve deu tréguas. Depois de ter cortado várias estradas durante a madrugada e manhã, os automobilistas já podiam circular, no início da tarde, no distrito da Guarda, pela Estrada Nacional (EN) 338, que liga Loriga, Piornos, Torre e Lagoa Comprida, e pela EN339, entre Lagoa Comprida e Sabugueiro. Em Leiria, também foi reaberta ao trânsito a Estrada Nacional nº 236, entre Castanheira de Pêra e Lousã. No distrito de Castelo Branco, reabriram a EN350, entre Madeira e Oleiros, e a EN351 entre Álvaro e Isna, mas encerrou a Estrada Municipal 524, entre Beirã, Casal da Serra e Torre.

Já em Viseu, um dos distritos mais afectados pela queda de neve, ao início da tarde de ontem permaneciam cortadas ao trânsito as estradas municipais 550, entre Resende e Bigorne, 551, entre Gosende e Rossão e a via 508, que liga Penedo a Penela da Beira. O trânsito também estava ainda interdito na EN 508, entre Alto da Gramassa, Piódão e Arganil.

O Instituto de Meteorologia prevê para hoje uma melhoria do tempo. Esperam-se períodos de céu muito nublado e aguaceiros, que serão de neve, mas apenas acima dos 1000 metros de altitude. No Algarve, prevêem-se períodos de chuva no final do dia. Bragança, Guarda (Oº), Viseu (1º) e Vila Real (2º) terão as temperaturas mais baixas.