Guerra desde 1990

Solução para Nagorno-Karabakh?

A Arménia e o Azerbaijão aproximaram-se de uma resolução para as duas décadas de conflito sobre o enclave de Nagorno-Karabakh, afirmou ontem o ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov. Os presidentes dos dois países terão tido na quinta-feira conversações sobre o diferendo, cuja resolução é vista como fundamental para o sucesso da normalização das relações entre a Arménia e a Turquia.

A Arménia e o vizinho Azerbaijão travaram uma guerra no início da década de 1990 devido a Nagorno-Karabakh, um enclave de etnia arménia localizado dentro das fronteiras do Azerbaijão, internacionalmente reconhecidas. Os confrontos fizeram 30 mil mortos e terminaram com um cessar-fogo, assinado em 1994 depois de as forças arménias terem tomado o controlo do enclave e de alguns distritos à volta.

Desde então, tem prevalecido um cessar-fogo frágil, marcado por confrontos esporádicos ao longo da fronteira. Alguns mediadores internacionais têm pressionado a Arménia a negociar com o Azerbaijão "para ajudar o processo turco-arménio a avançar", afirmou à Reuters um diplomata da UE. Da retirada das forças arménias da região depende a abertura da fronteira com a Turquia.

Sugerir correcção