Tarantino vai fazer um "Kill Bill 3"

Até 2014, Tarantino dá tréguas a Uma Thurman; depois, a noiva volta a atacar
Foto
Até 2014, Tarantino dá tréguas a Uma Thurman; depois, a noiva volta a atacar

"A noiva vai voltar a atacar", avisa Tarantino, mas só lá para 2014

Sim, Quentin Tarantino tem uma obsessão doentia com sequelas - ainda não tínhamos visto "Sacanas sem Lei" e a ideia de fazer um segundo episódio do filme (ou mesmo de o transformar numa série televisiva de sabe-se lá quantos episódios) já andava aí nas bocas do mundo. Agora, é "Kill Bill" que pode vir a ter um terceiro volume, anunciou o realizador no "talk-show" italiano "Parla con Me". "A noiva vai voltar a atacar", avisa Tarantino, mas só lá para 2014: "Acho que tanto eu como a Uma [Thurman] precisamos de um intervalo de dez anos. Adoro aquela personagem e acho que ela merece umas tréguas".

Os dois primeiros volumes de "Kill Bill" - "Kill Bill Vol. 1", de 2003, e "Kill Bill Vol. 2", de 2004 - fizeram mais de 224 milhões de dólares na bilheteira - e esta não é a primeira vez que Tarantino saliva com a possibilidade de prolongar a saga. Tal como, em tempos, alimentou a ideia de uma prequela dois-em-um de "Cães Danados" e "Pulp Fiction", a partir das pontas soltas das personagens de Michael Madsen e John Travolta.