Anúncio feito hoje

Fundação CEBI e Obra do Padre Américo vencem prémio Gulbenkian Educação 2009

As diversas Casas do Gaiato acolhem cerca de 150 rapazes
Foto
As diversas Casas do Gaiato acolhem cerca de 150 rapazes Paulo Pimenta (arquivo)

A Fundação CEBI - Fundação para o Desenvolvimento Comunitário de Alverca - e a Obra do Padre Américo venceram em ex aequo o Prémio Gulbenkian Educação 2009, foi hoje anunciado. "O júri [...] destacou a solidez destes dois projectos educativos bem como o seu impacto de longa data na sociedade", afirma a Fundação Gulbenkian, em comunicado divulgado hoje.

A Fundação CEBI é uma instituição particular de solidariedade social criada há 40 anos com o objectivo de apoiar as famílias, sobretudo na área da educação e formação da criança, tendo sido pioneira em Portugal na oferta da creche familiar e na concepção de um novo modelo de Actividades de Tempos Livres (ATL), vocacionado para o enriquecimento curricular.

Frequentam o Colégio José Álvaro Vidal cerca de 1700 crianças e jovens. Já a Obra de Rua, criada pelo Padre Américo há quase setenta anos, acolhe e educa crianças nas várias casas de Lisboa, Coimbra, Setúbal, Porto, Beire (concelho de Paredes), Benguela (Angola), Malanje (Angola) e Maputo (Moçambique). As diversas Casas do Gaiato acolhem cerca de 150 rapazes, contando cada uma com o apoio de um padre e de vários voluntários.

O júri deste prémio foi presidido por Maria Helena da Rocha Pereira, contando ainda com antigo ministro da Educação Guilherme de Oliveira Martins, o professor catedrático João Filipe Queiró, a escritora Lídia Jorge e o professor e escritor Vítor Aguiar e Silva.